11 ex-BBBs que ganharam muito dinheiro sem vencer o reality

Redação
Compartilhe esta publicação:
@mamsampaio
@mamsampaio

Somente no Instagram, Gil do Vigor possui 15,8 milhões de seguidores e seu faturamento já passa de R$ 15 milhões (Crédito: Divulgação)

Acessibilidade


Receber um prêmio de R$ 1,5 milhão. Esse é o objetivo óbvio dos participantes do Big Brother Brasil (BBB), reality da TV Globo que estreou na segunda-feira, (17). Apesar da busca pela vitória, o prêmio pode tornar-se simbólico diante da possibilidade de receita que os não ganhadores têm assim que deixam a casa. Maior prova recente dessa possibilidade é Gil do Vigor.

Participante da edição 2021 do programa, o 30 Under 30, faturou, seis meses após ter sido eliminado, o equivalente a R$ 15 milhões em publicidade. Dez vezes o prêmio recebido por Juliette Freire, vencedora da edição. Gil ficou em quarto lugar e nem chegou até a final. Como ele adiantou à Forbes Brasil, seu dinheiro veio de diversos contrários publicitários, somente do Santander teria recebido R$ 2 milhões.

LEIA TAMBÉM: “Já faturei R$ 15 milhões”, diz Gil do Vigor seis meses após o fim do BBB

A colega de BBB Sarah Andrade lançou a possibilidade de que ele teria faturado até mais que a vencedora Juliette. Gil diz achar difícil, “já que ela partiu de R$ 1,5 milhão”. “Eu fiz Motorola, ela fez Samsung; eu fiz Santander, ela fez Itaú; eu fiz Casas Bahia, ela fez Americanas. Até brinquei com ela, falei ‘amiga, a gente está só nos concorrentes’. Somos muito amigos, de fato, mas o peso e o valor da publicidade da Juliette estão atrelados com o grau de engajamento que ela tem. Eu também tenho, graças a Deus, mas você vê que o engajamento dela está diretamente relacionado com o número de seguidores. É um fenômeno. De verdade, não sei de valores, mas acredito que a Ju faturou muito mais do que eu.”

E a velocidade com que o montante conquistado por Gil cresce fica refletido no tamanho de suas redes sociais. Somente no Instagram, ele possui 15,8 milhões de seguidores. Juliette, que bateu todos os recordes possíveis em seguidores, tem 33,1 milhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Recorde de faturamento e um prêmio sem reajustes

O valor pago pelo BBB aos vencedores do reality show é o mesmo há doze anos. De acordo com a Folha de S.Paulo, considerando a inflação, essa defasagem faz com que o montante tenha perdido metade de seu poder de compra. Na edição 2022 do programa, a Globo espera bater recorde de faturamento com mais de R$ 600 milhões distribuídos em um total de 12 marcas patrocinadoras: Americanas, Avon, PicPay, C&A, Heineken, P&G, Seara, Above, Engov, McDonald´s, QuintoAndar e 99.

Veja, na galeria a seguir, outros participantes, além de Gil do Vigor, que não ganharam a competição, mas faturaram alto – alguns até muito mais que o prêmio – após o programa:

  • Bianca Andrade, Boca Rosa

    Bianca Andrade
    Mais conhecida pelo nome artístico Boca Rosa, Bianca também integrou o elenco do BBB 20, como parte do grupo camarote. Assim como Manu Gavassi, ela entrou para o programa com milhões de seguidores no Instagram e no YouTube, e já tinha uma carreira consolidada, mas queria expandir seu público para fora da internet.

    Dona das marcas Boca Rosa Beauty e Boca Rosa Hair, Bianca aproveitou o programa para divulgar seus produtos. Sua participação no BBB não durou muito, já que ela foi a quinta eliminada. Mas seu objetivo foi cumprido: as vendas dos produtos triplicaram e a marca teve faturamento de R$ 120 milhões, mesmo em ano de pandemia.

    Atualmente, tem 17 milhões de seguidores no Instagram.

  • Paulo Troya

    Sabrina Sato
    Sabrina participou da terceira edição do BBB, onde permaneceu até a oitava semana. Pelo carisma apresentado durante o programa, foi contratada pelo “Pânico”, participando das edições em rádio e na televisão. A artista fez parte do elenco do humorístico por uma década, até que saiu para apresentar seu programa solo na RecordTV.
    Assim como Grazi Massafera, Sabrina é constantemente citada como uma das participantes que mais deu certo depois do programa e que conseguiu se desapegar da imagem de ex-BBB. Nas redes sociais, acumula 31,1 milhões de seguidores no Instagram.

  • Grazi Massafera

    Grazi Massafera
    Grazi já trabalhava como modelo e tinha participado do Miss Brasil, representando o Paraná, quando entrou para a quinta edição do programa. Ela ficou em segundo lugar, perdendo para Jean Wyllys, e recebeu o prêmio de R$ 50 mil.

    O programa foi um grande salto na carreira de Grazi que, logo após a participação, entrou para a Oficina de Atores da Rede Globo. Sua primeira novela foi “Páginas da Vida”, a convite do autor Manoel Carlos, e desde então atuou nos folhetins “Desejo Proibido”, “Negócio da China”, “Tempos Modernos”, “Aquele Beijo”, “Flor do Caribe”, “Verdades Secretas”, “A Lei do Amor”, “O Outro Lado do Paraíso” e “Bom Sucesso”.

    Grazi é vista como uma das participantes que mais deu certo após o programa: transformou sua imagem, é reconhecida como atriz e chegou até a ser indicada ao Emmy Internacional, na categoria “Melhor Atriz”.

    Além do trabalho nas telas, Grazi participa de campanhas publicitárias e reúne 24,5 milhões de seguidores no Instagram. A artista também é dona de uma grife de óculos de grau e de sol. Entre as marcas para as quais fez propaganda na rede social nos últimos meses estão Dell, Monte Carlo Joias, Heineken e Via Uno.

  • Babu Santana

    Babu Santana
    Também integrante do grupo camarote no BBB 20, o ator Babu Santana já tinha vivido Tim Maia nos cinemas e feito parte do elenco das novelas e séries da TV Globo. Ao entrar para o programa, porém, afirmou estar endividado e sofrendo pela falta de oportunidades na carreira.

    Babu dividiu as opiniões dos espectadores do reality show por sua personalidade forte e acabou em quarto lugar na competição. Após a participação no programa, assinou contrato com a TV Globo e protagonizará o filme biográfico sobre Maguila.

    No ano passado ano, estrelou campanhas na televisão para Estomazil e Omo, além de fazer publicidade em seu Instagram, onde reúne 6 milhões de seguidores, para Seara, Americanas, PicPay, Gillette, FIat, Wizard e iFood.

  • Manu Gavassi

    Manu Gavassi
    A jovem atriz e cantora participou da edição 20 do programa, a primeira a contar com artistas no elenco. Conhecida de um nicho mais jovem desde a adolescência, Manu viu no programa uma oportunidade para expandir seu público.

    Antes de entrar na casa, já acumulava milhões de seguidores no Instagram e tinha em seu currículo passagens por novelas da Globo, alguns papéis no cinema e um contrato com a gravadora Universal Music. Atualmente tem 15,2 milhões de seguidores no Instagram.

    A jovem deixou gravados mais de 100 vídeos para quando estivesse confinada na casa, antecipando todas as possíveis situações que pudesse passar lá dentro. Ela criou uma estratégia de marketing que marcou a sua passagem pelo programa, sendo replicada pelos participantes da edição atual.

    Manu acabou chegando até a final, mas ficou no terceiro lugar, levando do programa o prêmio de R$ 50 mil. Após sua participação, porém, fechou contratos milionários com marcas como O Boticário e Redken, atuando também como diretora criativa e garota propaganda para Tanqueray e Anacapri, além dos publiposts para PicPay, Lacta, Paco Rabanne e Acuvue.

  • Reprodução/Instagram

    Fernando Fernandes
    O atleta participou da segunda edição do programa, em 2002, sendo eliminado na terceira semana. Após o BBB, ele seguiu a carreira que já tinha como modelo, chegando a fotografar com Mario Testino e estrelar campanha para a Dolce & Gabbana ao lado de Naomi Campbell e Claudia Schiffer.

    Em 2009, sofreu um acidente automotivo e ficou paraplégico. Quando estava internado em Brasília, para se recuperar do acidente, Fernando começou a treinar paracanoagem. Ele se tornou tetracampeão mundial na modalidade, com patrocínio da Nike e da Gol. Nas redes sociais, ele acumula 502 mil seguidores no Instagram.

  • Divulgação

    Marcela McGowan
    A médica Marcela McGowan integrou o elenco da 20ª edição do BBB, junto com Manu Gavassi, mas entrou no grupo batizado de pipoca, formado apenas por participantes anônimos. Durante seu tempo de confinamento, Marcela chamou a atenção do público desde a primeira semana por seus posicionamentos progressistas.

    Enquanto ainda estava confinada, o curso online ministrado pela médica sobre autoconhecimento e sexualidade feminina vendeu cerca de R$ 1,1 milhão para 2.000 interessadas. Marcela foi a 12ª eliminada, mas saiu da casa com um valor muito próximo do prêmio só com sua ferramenta de educação.

    Depois que deixou o programa, Marcela continuou a falar sobre sexualidade feminina no seu Instagram, que hoje reúne 6 milhões de seguidores, além de fazer publicidade para marcas como L’Oréal, Old Parr e Natura.

  • Reprodução/Instagram

    Rodrigão e Adriana Sant’Anna
    Rodrigão e Adriana se conheceram na 11ª edição do programa e engataram um romance. Adriana foi a oitava eliminada e Rodrigão quase chegou à final, sendo o 14º eliminado. Após deixarem a casa, fizeram trabalhos como modelos.

    Quatro anos depois, veio o casamento. Na época em que participaram do reality show, as redes sociais ainda não eram tão fortes como hoje. Adriana se especializou na área de marketing digital e criou o Midas (Método de Influência Digital Adriana Sant’Anna), comercializando cursos online sobre o tema, com lista de espera para novas turmas. Rodrigão também faz parte da equipe do método Midas, além de dar dicas sobre finanças e relacionamento em seu Instagram para mais de 2 milhões de seguidores. Adriana reúne quase 5 milhões de seguidores na rede.

  • Reprodução/Instagram

    Jonas Sulzbach
    Jonas começou a carreira como modelo, trabalhando para marcas como Lupo, Pioneer e Chevrolet. Foi o vencedor do Mister Brasil 2010, mas tornou-se conhecido do público ao integrar o elenco do BBB 12.

    Jonas terminou em 3º lugar no programa, levando para casa R$ 50 mil e um carro. Após a saída, continuou trabalhando como modelo e, com o advento das redes sociais, como influenciador digital.

    Há cerca de oito anos, Jonas toca o projeto fitness Mahamudra, que fundou ao lado de amigos, seguindo o método criado por Cesar Curti, também modelo.

    No Instagram, reúne 3,3 milhões de seguidores e, além de divulgar o trabalho como instrutor físico, também faz publiposts para marcas como O Boticário, Mizuno e Paco Rabanne.

  • Reprodução/Instagram

    Pyong Lee
    Outro participante do grupo camarote do BBB 20, Pyong Lee entrou para o programa já conhecido pelo público da internet pelo seu trabalho como hipnólogo. Ele, inclusive, já tinha integrado a lista Under 30 de 2018 da Forbes.

    Visto como um dos grandes favoritos ao prêmio por sua forma analítica de jogar no reality, Pyong foi o oitavo eliminado. Assim que saiu da casa, retomou seu trabalho como criador de conteúdo e acumula, atualmente, 8 milhões de seguidores no Instagram e mais do que isso no YouTube.

    Fundou o Instituto Quasar, que oferece formação em hipnoterapia avançada e neurociência aplicada e também trabalha prestando mentorias para empreendedores no Instituto Êxito, do qual é sócio.

Bianca Andrade, Boca Rosa

Bianca Andrade
Mais conhecida pelo nome artístico Boca Rosa, Bianca também integrou o elenco do BBB 20, como parte do grupo camarote. Assim como Manu Gavassi, ela entrou para o programa com milhões de seguidores no Instagram e no YouTube, e já tinha uma carreira consolidada, mas queria expandir seu público para fora da internet.

Dona das marcas Boca Rosa Beauty e Boca Rosa Hair, Bianca aproveitou o programa para divulgar seus produtos. Sua participação no BBB não durou muito, já que ela foi a quinta eliminada. Mas seu objetivo foi cumprido: as vendas dos produtos triplicaram e a marca teve faturamento de R$ 120 milhões, mesmo em ano de pandemia.

Atualmente, tem 17 milhões de seguidores no Instagram.

Compartilhe esta publicação: