BMW “8 X Jeff Koons”, o novo carro colecionável da luxuosa marca alemã

Modelo tem como base o M850i ​​Gran Coupé, exibido pela primeira vez no Frieze Art Los Angeles, evento que termina amanhã.

Nargess Banks
Compartilhe esta publicação:
BMW
BMW

Pela segunda Koons faz parceria com a BMW para personalizar carros como obras de arte

Acessibilidade


Jeff Koons, um dos mais conceituados escultores da atualidade nos Estados Unidos, o chama de “carro dos sonhos”. A arte do BMW “8 X Jeff Koons” é bem colorida e brilhante, com um certo minimalismo e uma referência à arte pop e à cultura dos quadrinhos. Tudo isso está de acordo com o trabalho do célebre artista americano.

Somente 99 edições do M850i ​​Gran Coupé, no qual o carro se baseia, estão planejadas e foram apresentadas virtualmente por ocasião da Frieze Art Los Angeles [evento que começou no dia 17 e termina amanhã, 20, em Beverly Hills, Califórnia]. A BMW é parceira de longa data da feira de arte, e este último projeto ajuda a comemorar mais de 50 anos de patrocínio de artes e ideias.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Com suas esculturas e instalações muitas vezes superdimensionadas, brilhando com cores fortes e superfícies reluzentes, com fortes referências a temas e assuntos da cultura popular, a obra de Jeff Koons é instantaneamente reconhecível. E embora ele seja menos abertamente provocativo nos dias de hoje (sua série “Made in Heaven”, da década de 1990, vem à mente), ele continua sendo uma figura importante no mundo da arte contemporânea.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Esta é a segunda vez que Koons faz parceria com a BMW. Seu 2010 M3 GT2 “Art Car” foi uma profusão de cores e chegou a aparecer nas 24 Horas de Le Mans. Lembro-me de conhecer o artista no Centro Pompidou, em Paris, antes do carro entrar na pista.

Koons queria mostrar desempenho. Na época, ele disse: “Quando o carro não está correndo, quando você anda em volta dele, ele tem que fazer referências ao poder que está sob o capô”. Koons trabalhou no “8 X Jeff Koons” por mais de um ano. “Eu queria criar uma edição especial da BMW há muito tempo”, diz ele. Desta vez, seu foco está menos na velocidade e mais nas inquietações atuais – ou seja, a arte e o ofício da criação.

“Eu estava pensando muito intensamente sobre isso”, explica ele. “Qual é a essência do Série 8 Gran Coupé? Qual é a essência do poder? Como criar algo que traduza toda a energia da Série 8 que também seja capaz de tocar o elemento humano?”

Os carros “8X Jeff Koons” estão sendo produzidos na fábrica da BMW Group Dingolfing, na Alemanha, com apenas quatro fabricados a cada semana. Isso é, em parte, para manter a exclusividade, mas também é um reflexo da complexidade de sua criação. Leva mais de 200 horas para estratificar e aplicar a combinação de cores única no corpo, que envolve onze tons diferentes de azul a prata e de amarelo a preto, por exemplo.

As cores fortes também estão presentes no interior, adicionando um toque artístico aos materiais de pelúcia e às superfícies de couro macio. Os assentos, por exemplo, são revestidos nos tons de super-heróis, em vermelho e azul, que também fazem referência à linha M de alto desempenho da BMW, à qual pertence o “8 X Jeff Koons”.

Os padrões geométricos no exterior seguem as intrincadas curvas do corpo do Gran Coupé. A cor explosiva na traseira, enquanto isso, é um aceno e uma piscadela ao BMW Art Car 2010 do artista. Por último, o “POP!” escrito em cada lado, bem como as imagens de impulso de vapor, simbolizam a potência e a velocidade do carro.

O artista explica: “No carro, as linhas vão ficando maiores, ao avançarem do capô para o porta-malas, criando uma sensação de movimento para frente, assim como o ‘POP!’ e os designs de impulso de vapor fazem.”

BMW

Cada um dos 99 carros “8 X Jeff Koons” será entregue com certificado assinado por Jeff Koons. Haverá um número adicional de identificação de veículos individuais. O artista também emprestará sua assinatura para a sobrecapa do manual do motorista e a tampa do porta-copos dentro do carro.

Alguns meses atrás, enquanto estava em Firenze, na Itália, visitei “Jeff Koons: Shine” no Palazzo Strozzi — uma exposição do trabalho do artista desde meados dos anos 1970. Como o título sugere, a mostra lida com o princípio-chave na ideia de “shine” (e seu “schein” alemão, que significa aparência) e o que os curadores viam enquanto o artista questionava nossa relação com a realidade e a própria ideia de um obra de arte — um assunto que Koons queria explorar com seu trabalho mais controverso dos anos 1990.

Fiquei olhando para minha própria imagem distorcida refletida em “Balloon Monkey (Blue)”. A brilhante e enorme peça, quase ameaçadora, ecoou e refletiu as multidões mascaradas contra a Covid-19 e a arquitetura renascentista circundante. Certamente me fez questionar nossa realidade atual.

Koons concebeu “8 X Jeff Koons” durante as horas mais sombrias da pandemia. “A cor azul lembra a vastidão do espaço e aprecio a ideia de ser um carro global”, diz o artista. “O que importa é como nos relacionamos e nossa consciência de tudo o que nos cerca. Para o motorista e os passageiros, há uma maior sensação de prazer. Isso é o que meu carro tem a oferecer.”

E complementa: “É esportivo e chamativo, além de minimalista e conceitual. Mal posso esperar para pilotá-lo, e espero que as pessoas gostem do Gran Coupé tanto quanto eu.”

“8 X Jeff Koons” está em exibição virtual na Frieze Viewing Room e será apresentado na Christie’s, em Nova York, em 4 de abril de 2022. Enquanto isso, ao preço de US$ 350 mil, os carros estão disponíveis para pedidos via [email protected]

*Nargess Banks é colaboradora de Lifestyle da Forbes EUA e da Wallpaper, além de consultora da inglesa Spinach Branding. É autora de vários livros, entre eles “The Life Negroni”.

Compartilhe esta publicação: