Alexandre Birman marca presença no Latin American Fashion Summit

Empresário foi o único brasileiro do evento, que busca destacar a moda latino-americana.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Daniel Zuliani (Almanaq Studios)
Daniel Zuliani (Almanaq Studios)

Painel de Alexandre Birman na cúpula teve uma linha do tempo da história da Arezzo

Acessibilidade


O Latin American Fashion Summit, encontro de incentivo à indústria da moda latino-americana que começou ontem em Miami, teve hoje (15) um painel com a participação de Alexandre Birman, CEO e COO do grupo Arezzo & Co, o único brasileiro do evento. 

O designer, que assina também os sapatos de luxo da marca que leva seu nome, expôs a trajetória da empresa, fundada por seu pai, durante o painel, e falou de planos. A Arezzo acaba de registrar o maior Ebtida ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da sua história, no 4º trimestre de 2021: R$ 185 milhões. A cifra é um aumento de 52% sobre os números do mesmo período no ano passado. “Um dos nossos focos hoje é ampliar nossa presença internacional com relevância e inovação.” 

Divulgação
Divulgação

Alexandre Birman é CEO e COO do grupo Arezzo & Co

Entre os participantes do painel estavam Aerin Lauder, da Estée Lauder; o cantor Pharrell Williams; Maria Buccelatti, da Faith Connexion; Lauren Santo Domingo, da Moda Operandi; Professor Augustinus Bader e Charles Rosier, da marca de dermocosméticos Augustinus Bader; e a CEO global do Debeers Group, Celine Assimon.

A edição marca a volta o do evento em versão presencial depois de um hiato de dois anos. “Essa retomada aquece o mercado pois impacta o comportamento das pessoas, a vontade de viver a vida e o desejo em viver novas experiências também na moda”. 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: