Cerca de 40% dos solteiros só saem com crushs vacinados, diz estudo dos EUA

Para a maioria dos entrevistados, no entanto, o status vacinal de alguém não afeta a decisão de marcar um date com a pessoa.

Marisa Dellatto
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

63% dos entrevistados disseram que a pandemia tornou mais difícil namorar

Acessibilidade


Aproximadamente 40% dos adultos solteiros dos EUA disseram que só sairiam com alguém vacinado, de acordo com uma pesquisa divulgada ontem (5) pelo Pew Research Center, e 63% dos entrevistados disseram que a pandemia tornou mais difícil namorar. Aproximadamente um terço dos entrevistados disse que namorar era igual durante a pandemia ao que era antes e 3% disseram que era mais fácil.

A maioria dos entrevistados, 56%, disse que o status vacinal de alguém não afeta se ele vai sair ou não com a pessoa, e 2% disseram que só vão sair com alguém que não está vacinado.

A maioria, 59%, dos entrevistados disse que a pandemia não afetou seu interesse em começar um relacionamento, com 11% dizendo que estão mais interessados ​​e 10% dizendo que ficaram menos interessados. Para 20%, não se aplica.

Apesar dos desafios causados ​​pela pandemia, apenas 10% dos entrevistados disseram que o medo de contrair Covid foi um dos principais motivos pelos quais eles não estão em um relacionamento, com 44% dizendo que gostam de estar solteiros, 42% dizendo que têm maiores prioridades agora e 20% dizendo que estão muito ocupados para namorar.

O Pew entrevistou 9.388 pessoas de 7 a 13 de fevereiro.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A pesquisa Pew surge quando uma nova pesquisa da Kaiser Family Foundation descobriu que 42% dos americanos estão fazendo algumas, mas não todas, das atividades que faziam antes do Covid-19, 41% estão fazendo todas as atividades que faziam antes ou nunca mudaram seu comportamento e 17% estão fazendo apenas algumas atividades que faziam antes da Covid.

Adultos solteiros não são os únicos a ter suas vidas amorosas afetadas pela pandemia. Depois que muitos casamentos foram forçados a ser cancelados ou reduzidos a tamanhos micro em 2020, as núpcias aumentaram em 2021. Um relatório da Wedding Market Research estimou que haveria quase 2,5 milhões de casamentos nos EUA em 2022, o máximo que o país viu desde 1984.

Leia mais:

Ômicron XE: tudo o que já sabemos sobre a nova variante da Covid

Quando a pandemia de Covid-19 vai virar uma endemia?

Compartilhe esta publicação: