Biden receberá banda BTS e discutirá crimes de ódio contra asiáticos

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


WASHINGTON (Reuters) – Os astros do K-pop BTS irão à Casa Branca na próxima semana para discutir crimes de ódio contra asiáticos e descendentes de asiáticos com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, informou a Casa Branca em comunicado nesta quinta-feira.

Biden receberá o grupo musical fenômeno global na terça-feira e abordará “a inclusão e representação asiática, e crimes de ódio e discriminação contra asiáticos que se tornaram questões mais proeminentes nos últimos anos”, disse o comunicado.

Os sete membros da boy band sul-coreana são conhecidos por suas músicas e danças animadas e construíram uma base de fãs global leal, ganhando a premiação IFPI Global Recording Artist of the Year em fevereiro pelo segundo ano consecutivo.

A reunião ocorre após forte aumento nos crimes de ódio contra asiáticos americanos no ano passado. Os ataques contra pessoas de ascendência asiática cresceram à medida que alguns políticos e especialistas incentivaram os norte-americanos a culpar a China pela Covid-19, em meio a outras tensões.

Os astros do K-pop também são conhecidos por usar suas letras e campanhas sociais destinadas a empoderar os jovens desde sua estreia em 2013.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Biden e BTS também discutirão a importância da diversidade e inclusão e a plataforma do BTS como jovens embaixadores que espalham uma mensagem de esperança e positividade em todo o mundo”, disse a Casa Branca em comunicado.

Compartilhe esta publicação: