Dinossauros estão de volta para final de “Jurassic World”

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Kristian Brunse

LONDRES (Reuters) – Personagens antigos e novos participam de mais desventuras de dinossauros em “Jurassic World: Domínio”, em um passeio final para concluir a segunda trilogia de filmes da popular franquia.

O filme se passa quatro anos após a destruição da remota ilha de Isla Nubar, e os dinossauros vagam pelo mundo inteiro, vivendo e caçando entre os humanos.

Os atores de “Jurassic Park” Laura Dern e Sam Neill retomam seus papéis como a paleobotânica Ellie Sattler, agora cientista do solo e mudanças climáticas, e o paleontólogo Alan Grant, reunindo-se com o colega de elenco do filme de 1993 Jeff Goldblum, que interpreta o matemático Ian Malcolm.

O filme os vê unir forças com o comportamentalista animal de Chris Pratt, Owen Grady, e a ativista de Bryce Dallas Howard, Claire Dearing, que dirigiu a mais recente trilogia de filmes “Jurassic World”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Ambos (Dern e Neill são) ótimos amigos… e mudaram minha vida por tê-los conhecido por todos esses 30 anos… Estávamos em um filme que chamou a atenção das pessoas e entreteve as pessoas”, disse à Reuters Goldblum, que apareceu em “Jurassic World: Reino Ameaçado”, de 2018, em um evento de imprensa em Londres sobre o filme nesta sexta-feira.

O filme, que começa a ser lançado no cinema mundial em 1º de junho, apresenta muitos efeitos visuais impressionantes mostrando os dinossauros vivendo ao lado de humanos. Em pouco tempo, surgem ameaças.

“Sou muito grata e privilegiada em voltar como a Dra. Ellie Sattler, que tem uma mensagem ambiental profundamente enraizada, como toda a franquia, porque, em última análise, é sobre ganância corporativa e extinção”, disse Dern.

Compartilhe esta publicação: