Guarda-roupa real: o estilo de moda único da rainha Elizabeth

Roupas de cores vivas com chapéus e guarda-chuvas combinando, sapatos pretos e sua bolsa onipresente se tornaram itens básicos para a monarca de 96 anos

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Blair Gable/Reuters
Blair Gable/Reuters

Rainha britânica Elizabethe em Ottawa, no Canadá

Acessibilidade


De trajes diplomáticos e joias de valor inestimável, cores fortes e pérolas a um lenço na cabeça – a rainha britânica Elizabeth é conhecida por seu estilo e guarda-roupa únicos.

Roupas de cores vivas com chapéus e guarda-chuvas combinando, sapatos pretos e sua bolsa onipresente se tornaram itens básicos para a monarca de 96 anos, que comemora seu Jubileu de Platina este ano.

“Ela desenvolveu seu próprio estilo de assinatura consistente”, disse Elizabeth Holmes, autora de “HRH: So Many Thoughts on Royal Style”.

“Ela tem o mesmo formato de chapéu, a mesma silhueta de casaco, aqueles fantásticos saltos pretos, seus três colares de pérolas. Mas também dentro dessas grades, ela se diverte muito com a moda… A rainha é famosa pelos looks compostos de cores fortes e sólidas.”

Essas cores variam de amarelo canário e verde brilhante para os casamentos de seus netos, os príncipes William e Harry, a roxo e rosa para as corridas de cavalos em Ascot. Ela tem escolhido vermelho, azul e laranja nas visitas oficiais.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Há uma tremenda quantidade de pensamento colocado no guarda-roupa da rainha e é muito importante porque quando ela sai do carro, todo mundo olha para o que ela está vestindo. Todo mundo quer ver a rainha”, disse Holmes.

No início de seu reinado, há 70 anos, as roupas de Elizabeth eram feitas pelos estilistas da realeza Hardy Amies e Norman Hartnell, que criaram seus vestidos de casamento e coroação. Mais recentemente, a assistente pessoal, conselheira e curadora Angela Kelly tem planejado seu guarda-roupa.

“A rainha tem uma compreensão fantástica de roupas e moda e está muito ciente do que combina com ela, o que seria apropriado para qualquer ocasião”, escreveu Kelly em seu livro de 2012 “Dressing The Queen”.

Compartilhe esta publicação: