Cantor R. Kelly receberá sentença por atrair mulheres e meninas para sexo

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Luc Cohen

NOVA YORK (Reuters) – O cantor de R&B R. Kelly será sentenciado nesta quarta-feira por explorar seu estrelato e riqueza ao longo de décadas para atrair mulheres e meninas menores de idade para o sexo.

Kelly, de 55 anos, foi condenado em setembro passado no tribunal federal do Brooklyn, em Nova York, após um julgamento de 5 semanas e meia que amplificou as acusações que perseguiam o cantor do hit vencedor do Grammy “I Believe I Can Fly” desde o início dos anos 2000.

Kelly, cujo nome verdadeiro é Robert Sylvester Kelly, está entre as pessoas mais proeminentes condenadas por mau comportamento sexual durante o movimento #MeToo contra este tipo de conduta. Ele negou repetidamente as acusações de abuso sexual.

No julgamento, várias de suas vítimas de abuso prestaram depoimento sobre como Kelly exigiria que suas vítimas obedecessem estritamente a regras como precisar de sua permissão para comer ou ir ao banheiro, chamando-o de “papai” e escrevendo “cartas de desculpas” que pretendiam absolver o cantor de delito.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Kelly também enfrenta acusações federais em Chicago por pornografia infantil e obstrução, e acusações estaduais em Illinois e Minnesota.

Compartilhe esta publicação: