Herdeiros de autor que inspirou “Top Gun” processa Paramount por sequência “Top Gun: Maverick”

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Jonathan Stempel

(Reuters) – A família do autor cujo artigo inspirou o filme de 1986 “Top Gun”, com Tom Cruise, processou nesta segunda-feira a Paramount Pictures por violação de direitos autorais por conta da sequência do filme, “Top Gun: Maverick”. 

De acordo com a queixa aberta em um tribunal federal em Los Angeles, a Paramount Global não readquiriu os direitos para o artigo “Top Guns”, de 1983, de Ehud Yonay, com a família, antes de lançar a sequência “derivada” do texto. 

O processo aberto por Shosh Yonay e Yuval Yonay, que vivem em Israel e são, respectivamente, a viúva e o filho de Ehud, pede indenização de valor não especificado, incluindo lucros de “Top Gun: Maverick”, além do bloqueio à distribuição do filme ou de futuras sequências. 

A Paramount disse em nota: “Essas afirmações são feitas sem mérito, e vamos nos defender de forma vigorosa”. 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O filme “Top Gun: Maverick” é o maior sucesso de bilheteria do ano, gerando 291 milhões de dólares na América do Norte, e 548,6 milhões no mundo em seus primeiros 10 dias de exibição. 

O filme de ação eletrizante, dirigido por Joseph Kosinski, recebeu boas críticas, e tem Tom Cruise voltando ao papel do piloto de caças da Marinha norte-americana, Pete “Maverick” Mitchell.

O longa já é o mais lucrativo de Cruise nos Estados Unidos, ultrapassando “Guerra dos Mundos”, de 2005.

(Reportagem de Jonathan Stempel em Nova York)

Compartilhe esta publicação: