Na Toscana, viva como os Médici em incrível hotel perto de Florença

Antiga propriedade da grande dinastia italiana, o Tenuta di Artimino mergulha os hóspedes em um oásis renascentista do século 16

Rebecca Ann Hughes
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

Hotel Tenuta di Artimino fica em uma antiga propriedade da família Médici na Toscana

Acessibilidade


Saindo da cidade de Florença, uma monumental villa branca, a 20 quilômetros de distância, já é visível nas colinas verdejantes distantes. Rodeada por árvores densas, a casa principal em forma de fortaleza e os estábulos com arcadas ao lado já foram propriedade da poderosa família Médici na Renascença. Agora, mais de quatro séculos depois, a Tenuta di Artimino continua a prosperar sob a Meliá Hotels International, que recentemente adquiriu o hotel e os apartamentos próximos para o portfólio da sua coleção.

Perto do pavilhão de caça dos Médici do século 16, os quartos do hotel estão espalhados por uma elegante estrutura do século 17 que já abrigou os estábulos e os aposentos dos empregados. Da passarela em arco que contorna o andar superior é possível apreciar uma vista das colinas ondulantes da Toscana e da vasta fachada branca da Villa Medicea La Ferdinanda. Construída em 1596 por ordem de Ferdinando 1º de Médici, Grão-Duque da Toscana, a villa repleta de afrescos e esculturas é Patrimônio Mundial da Unesco desde 2013.

Divulgação
Divulgação

Vista dos quartos dos hotéis

Leia mais: Por dentro do primeiro cruzeiro de luxo do Ritz-Carlton, o Evrima

Este cenário arquitetônico, todo cuidadosamente restaurado, mergulha os hóspedes em um oásis renascentista. Os quartos com vigas de madeira do hotel têm detalhes agradáveis, ​​como brasões de pedra nas imponentes lareiras ou pias de pedra esculpida. Grandes poltronas e pesadas mesas de madeira remetem às origens da propriedade. A hospedagem também oferece aos hóspedes uma piscina exterior, spa, jardins e espaços para eventos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Na vila medieval próxima, visível do terraço da vila e a poucos minutos a pé, o Meliá também está abrindo vários apartamentos e quartos nas casas históricas. A vila de Borgo Artimino é também rica em história, com um museu etrusco atestando suas origens antigas.

Divulgação
Divulgação

A vila, repleta de afrescos e esculturas, é Patrimônio Mundial da Unesco desde 2013

Uma estadia no Tenuta di Artimino também oferece uma amostra dos esplendores da nobre vida Médici no campo. Café da manhã e jantar são servidos em Biagio Pignatta, outrora a casa do mordomo homônimo de Ferdinando e a poucos passos do hotel. Ao redor das paredes há panelas de cobre e utensílios de cozinha históricos. Das janelas do jardim de inverno, os visitantes podem se maravilhar com a paisagem toscana salpicada de vinhedos e olivais.

No Biagio Pignatta, os hóspedes podem experimentar a cozinha suntuosa preferida pelos Médici. A chef Michela Bottasso é uma ávida pesquisadora das comidas históricas da família renascentista e recria muitas delas em seu cardápio. Ela orgulhosamente oferece pratos como pato com laranja e sopa de cebola – cuja fama na França, ela explica, é tudo graças à italiana Catarina de Médici, que importou as receitas quando se casou com o rei Henrique 2º e se tornou rainha da França.

Divulgação
Divulgação

Biagio Pignatta

Também é possível experimentar pratos gourmet da Toscana e especialidades como sopa de ribollita feita no estilo Carmignano local. Os pratos são acompanhados pelos vinhos da própria quinta, incluindo um DOCG Carmignano encorpado e um aromático Vin Santo para acompanhar a sobremesa.

Leia mais: 10 hotéis de luxo para aproveitar o frio no Brasil

Os hóspedes podem preencher os seus dias experimentando atividades tradicionais como a caça às trufas com cães especialmente treinados, degustação de vinhos com o sommelier da propriedade, uma aula de culinária com a Chef Bottasso ou uma visita ao atelier de mel com o apicultor residente.

Divulgação
Divulgação

Piscina do hotel

Embora a villa às vezes seja tomada por casamentos, geralmente é possível ter a chance de fazer uma visita guiada ao edifício histórico. Os quartos cavernosos são adornados com afrescos do mestre renascentista Domenico Passignano, enquanto nas cozinhas do andar de baixo há uma engenhoca de torrefação projetada por Leonardo da Vinci.

Apelidada de vila das cem chaminés, a propriedade de época é uma das poucas construídas pelos Médici que sobreviveu relativamente inalterada desde o século 16. De fato, nem mesmo o fantasma do próprio Ferdinando foi despejado.

Para outra experiência de casa histórica, experimente o hotel Meliá Villa Agrippina, em Roma. O resort cinco estrelas está instalado em um antigo palácio e localizado perto dos Museus do Vaticano e da Capela Sistina.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: