Morre James Caan, o Sonny de "O Poderoso Chefão", aos 82 anos

Papel de Sonny Corleone, o filho mais velho de Marlon Brando em "O Poderoso Chefão", rendeu a Caan uma indicação ao Oscar de ator coadjuvante em 1973

Redação
Compartilhe esta publicação:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

James Caan, em cena de “O Poderoso Chefão”

Acessibilidade


O ator norte-americano James Caan, cuja performance como Sonny Corleone, o filho mais velho de Marlon Brando em “O Poderoso Chefão”, lhe rendeu uma indicação ao Oscar de ator coadjuvante em 1973, morreu aos 82 anos. A informação foi publicada na conta oficial de Caan no Twitter pela família dele hoje (7). O comunicado disse que o ator morreu na noite de ontem (6). Nenhuma causa de morte ou local foram informados.

“É com grande tristeza que informamos o falecimento de Jimmy na noite de 6 de julho. A família agradece a manifestação de amor e sinceras condolências e pede que continuem a respeitar a privacidade deles durante este período difícil”, informa o comunicado.

O desfecho violento de Sonny no filme de Francis Ford Coppola – o personagem é morto alvejado por dezenas de balas – é uma das cenas mais icônicas do filme. Além do filho de Don Corleone, Caan estrelou “Louca Obsessão”, ao lado de Kathy Bates, “Profissão: Ladrão” e “Dogville”, entrou outros.

Caan foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante pela sua interpretação do Corleone impetuoso no filme “O Poderoso Chefão”, de 1972. Ele repetiu o papel em cenas de flashback em “O Poderoso Chefão 2”, de 1974. Também foi indicado a quatro Globos de Ouro e um Emmy.

O ator Al Pacino, que fez o irmão de Sonny Corleone, Michael, em “ O Poderoso Chefão”, elogiou Caan como um “grande ator, um brilhante diretor e um querido amigo”.

Francis Ford Coppola, que dirigiu Caan em “O Poderoso Chefão” e em “Caminhos Mal Traçados”, de 1969, disse que os filmes de Caan “e os muitos ótimos papéis que ele interpretou nunca serão esquecidos”.

Frazer Harrison/Getty Images for Paramount Pictures

Francis Ford Coppola e James Caan em evento de comemoração dos 50 anos de “O Poderoso Chefão”

(Com Reuters)

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: