Por dentro de uma mansão de R$ 810 milhões

Casa de George Raun em Bel-Air, Los Angeles, está à venda; imóvel tem nove quartos, além de casa de hóspedes com piscina privativa

Emma Reynolds
Compartilhe esta publicação:
MATTHEW MOMBERGE/Forbes
MATTHEW MOMBERGE/Forbes

A mansão de Bel-Air está à venda por US$ 150 milhões

Acessibilidade


Quando a gigante de tecnologia PayPal adquiriu a Honey, uma extensão de navegador que agrega e aplica cupons online, por US$ 4 bilhões (R$ 21,6 bilhões, na cotação atual) em 2019, a venda fez com que os cofundadores George Raun e Ryan Hudson valessem US$ 1,5 bilhão (R$ 8,1 bilhões).

E o que fazer com tanto dinheiro? Muito, aparentemente. Raun comprou esta casa em Bel-Air em 2020 por US$ 60 milhões (R$ 324 milhões) e, pouco mais de dois anos depois, está vendendo por US$ 150 milhões (R$ 810,1 milhões) – sem código de desconto aplicado. Depois de comprar a casa, que estava inacabada em 2020, Raun contratou a renomada empresa de arquitetura e design Saota, bem como a Woods + Dangaran, para criar uma propriedade única. Foi uma reforma bem extensa e levou quase dois anos para ser totalmente concluída. Raun nunca morou na casa.

Leia mais: Mansão de Gianni Versace em NY está à venda por R$ 359 milhões

Foto: JOE BRYANT/Forbes
Foto: JOE BRYANT/Forbes

A entrada

A obra-prima arquitetônica fica em um terreno de 4.653 m² em uma parte alta que oferece vistas de 360 ​​graus de Los Angeles. A casa principal se estende por mais de 1.950 m², e há também uma casa de hóspedes separada com sua própria piscina. A casa revestida de concreto tem dois níveis com vista para o quintal através de paredes de vidro. No interior, os cômodos de estar em plano aberto fluem perfeitamente entre si e são ainda mais acentuados por uma paleta de cores claras e neutras; materiais naturais, como muitos painéis de madeira de cor clara; e tetos altos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Foto: MATTHEW MOMBERGE/Forbes
Foto: MATTHEW MOMBERGE/Forbes

A área de jantar

Há nove quartos, incluindo um luxuoso quarto principal com terraço aberto. Ele também tem dois grandes armários com detalhes em mármore que não ficariam de fora no showroom de um designer. Há também um banheiro lindo e espaçoso com banheira de imersão. Os materiais e acabamentos de alta qualidade são vistos em toda a casa, mas melhor exemplificados na cozinha do chef, na sala de jantar e nos espaços de estar.

Foto: MATTHEW MOMBERGE/Forbes
Foto: MATTHEW MOMBERGE/Forbes

A cozinha do chef gourmet

As comodidades incluem teatro, biblioteca, academia e spa com piscinas japonesas. O primeiro nível da casa oferece uma vida interna e externa perfeita, e as portas deslizantes de vidro se abrem para o quintal semelhante a um resort. Do lado de fora, há uma piscina infinita, fogueira ao lado da piscina, cozinha ao ar livre e paisagismo perfeitamente bem cuidado, todos com vista para Los Angeles.

Foto: MATTHEW MOMBERGE/Forbes
Foto: MATTHEW MOMBERGE/Forbes

O quarto principal

Ao lado da casa há uma casa de hóspedes de um quarto com sua própria piscina privada e outra academia e spa. Além disso, há três quartos de funcionários separados com cozinha e lavanderia. É tanto um retiro familiar quanto um paraíso para artistas.

MATTHEW MOMBERGE/Forbes
MATTHEW MOMBERGE/Forbes

O closet no quarto principal

“Esta casa exemplifica o triunfo arquitetônico em sua forma mais verdadeira, tornando-a uma propriedade de troféus que será celebrada nos próximos anos”, diz o corretor Aaron Kirman, do Aaron Kirman Group da Compass.

A casa está situada em um dos bairros mais ricos e cobiçados de LA. Outras vendas recentes importantes na área incluem a megamansão ‘The One’ , comprada pelo CEO da Fashion Nova, Richard Saghian, por US$ 141 milhões (R$ 761,5 milhões) em leilão. Embora o mercado imobiliário dos EUA tenha tido uma pausa após o turbilhão dos últimos anos, as casas de ultraluxo sempre estarão em demanda. Fora de Los Angeles, em Malibu, outros empreendedores de tecnologia e bilionários fizeram algumas compras de cair o queixo. Isso inclui a transação recorde de US$ 177 milhões (R$ 955,9 milhões) de Marc Andreessen por um complexo de 13 estruturas em Malibu e duas outras casas compradas por US$ 44 milhões (R$ 237,6 milhões) e US$ 34 milhões (R$ 183,6 milhões).

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: