Carros elétricos têm manutenção barata, mas isso não inclui os pneus

Os EVs não precisam de revisões regulares, mas os gastos com os pneus podem ser surpreendentes. Aqui, dicas para reduzir esse valor .

Brad Templeton
Compartilhe esta publicação:

Os carros elétricos não requerem revisões regulares, mas não esqueça de fazer rodízio dos pneus

Acessibilidade


Hoje completei a manutenção anual do meu carro elétrico após três anos e meio. Recarreguei o fluido do limpador e enchi os pneus. É isso. Exceto por duas outras coisas, isso é tudo o que fiz na vida do carro, embora uma das manutenções tenha sido uma loucura.

A promessa do carro elétrico é que ele quase não precisa de manutenção. Não há necessidade de troca de óleo e revisões regulares. Há muito menos peças e menos coisas para dar errado. Com o tempo, precisarei de novas palhetas e alguns outros ítens menores.

Leia mais: Inscreva-se para a seleção da lista Under 30 2022

Muitos motoristas relatam que suas pastilhas de freio não se desgastam após 200 mil milhas porque nunca usam os freios. Troquei o filtro de ar interno para adicionar um filtro HEPA para incêndios florestais e contra o coronavírus. Isso custou cerca de R$ 203 e um pouco de tempo, e provavelmente isso precisará se repetir daqui a três anos.

O carro precisou de troca de pneus com 280 mil milhas. Isso foi muito cedo, muito antes da vida útil normal. Uma razão para isso foi um erro estúpido da minha parte. No passado, eu levava meus carros à gasolina para manutenção regular e eles também faziam a revisão dos pneus. Por não levar meu EV para a revisão, nunca fiz a rotação dos pneus. Isso não só significava que os pneus do meu carro se desgastavam mais rápido, mas também que eu não poderia reclamar a garantia deles. Lição aprendida.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

E há mais gastos. Os pneus para o EV custam mais do que os pneus de carros convencionais e podem se desgastar mais rápido do que o esperado por três motivos:

  1. Os EVs são modestamente mais pesados ​​que os carros movidos a combustível. Isso significa que você precisa de pneus com uma classificação de peso mais alta  e eles se desgastam um pouco mais rápido.
  2. Com os EVs, você se preocupa com pneus que demandem menos gasto de energia. Mesmo que o desperdício de energia elétrica custe menos que o desperdício de gasolina, você se importará com pneus mais eficientes, porque eles significam que o carro terá mais potência. Os pneus de fábrica na maioria dos carros elétricos são geralmente muito econômicos, para que a empresa possa se gabar de um alcance maior.
  3. Os motores EV funcionam em silêncio, então você se preocupa ainda mais em obter pneus de baixo ruído e vai pagar mais por isso. 

Alguns pneus EV também podem ter capacidade para aceleração de alto desempenho, embora você não tenha que comprá-los (preocupe-se em comprar um pneu que suporte o peso do seu veículo). Além disso, alguns motoristas de EV aproveitam as incríveis habilidades que o carro tem para direção esportiva e usam o pneu que proporciona maior velocidade dessa maneira.

A manutenção tradicional do carro à gasolina é estimada em cerca de 5 centavos por milha e cada pneu acrescenta um centavo por milha à conta da manutenção. Para EVs, todos os custos são muito baixos e o preço dos pneus sobe um pouco.

Alguns fabricantes recomendam verificar e lubrificar regularmente as pinças de freio porque eles não são realmente usados. Se você marcar uma revisão apenas para isso, pode até sair caro, mas é um bom momento para testar a rotação dos pneus. A maioria das oficinas oferece rotação vitalícia gratuita nos pneus que eles instalam, mas eles fazem isso esperando que você precise de outro serviço quando chegar.

Hoje a indústria de serviços está otimizada para o mundo das trocas de óleo e serviços menores. Em breve haverá caminhos simplificados para EVs também. Os relatórios sugerem que a Tesla agora informa se seus pneus traseiros estão se desgastando de maneira muito desigual dos pneus dianteiros em veículos RWD, para que as pessoas se lembrem de rodá-los. Seria bom se eles também colocassem um lembrete de rotação, onde você pode usar a interface do usuário para indicar que instalou pneus novos, ou quando você os roda, para lembrá-lo de que o intervalo acabou.

Algumas pessoas acreditam que o rodízio de pneus é uma má ideia. Há muitos argumentos sobre isso. Independentemente de onde você se informa, é necessário para a maioria das garantias de pneus informar se você pretende trocá-los, mas muitas vezes eles têm outras condições que dificultam o rodízio. Incluindo, é claro, que você compre sempre da mesma marca.

De fato, um dos benefícios colaterais de não precisar de manutenção é não precisar perder tempo do seu dia para isso. Com um carro à gasolina, você regularmente perde um dia deixando o veículo na oficina e tem que encontrar transporte alternativo. A rotação de pneus ainda precisa de um dia na oficina, mas pode ser por um período curto o suficiente para fazer enquanto você espera e navegar na internet. 

A Tesla também lista a substituição do saco dessecante do ar-condicionado a cada quatro ou seis anos. Também recomendam verificar o fluido de freio e substituí-lo se estiver contaminado. À medida que esses carros envelhecem, mais coisas podem entrar na lista. O maior dos gastos é a substituição da correia dentada, que gira em torno de R$ 5.081 e que você precisa fazer a cada sete anos em um carro como meu antigo Honda para impedir que o motor se autodestrua. Isso é um outro mundo. Eu não ficaria muito surpreso ao ver um programação de manutenção aparecer para a bateria de 12v do Tesla.

Os EVs incorrem em custos para o que é classificado como reparo. Há relatos de muitas baterias Tesla 12v falhando, embora dentro da garantia. Peças para carros caros são sempre caras se você quebrar um pára-brisa ou bater em um espelho. Os pneus também falham devido aos perigos da estrada, além de outros motivos. Quando se trata disso, sua milhagem pode variar. E a bateria se degradará com o tempo, mas não há muito que possa ser feito sobre isso, a menos que você tenha um problema sério que atinge o limite de garantia. 

A mudança para o EV também significará uma mudança no futuro para o ecossistema de centros de atendimento e lojas de autopeças que atendem carros hoje. Carros com menos peças e menos coisas para desgastar não vão precisar tanto dessa indústria. Hoje, os EVs são apenas uma pequena porcentagem do total de carros, mas eles foram mais de 10% das vendas de carros na Califórnia, que é o termômetro do futuro. A tendência vai crescer em todo o mundo.

 

Compartilhe esta publicação: