Reino Unido proíbe entrada de passageiros da América do Sul por variante brasileira do coronavírus

NurPhoto/Getty Images
NurPhoto/Getty Images

Estão proibidos de entrar no Reino Unido os passageiros dos seguintes países: Argentina, Brasil, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Suriname, Uruguai e Venezuela

O Reino Unido proibirá as chegadas de passageiros do Brasil, de outros países sul-americanos e de Portugal devido a preocupações com uma nova variante do coronavírus descoberta no Amazonas, disse o ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps, hoje (14).

“Tomei a decisão urgente de proibir chegadas da Argentina, Brasil, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela – a partir de amanhã, 15 de janeiro, às 4h (horário local) após evidências de uma nova variante no Brasil”, disse Shapps no Twitter.

LEIA MAIS: EUA passam a exigir teste negativo de Covid para passageiros de voos internacionais

Portugal também foi adicionado à lista de países proibidos por causa de ligações estreitas de viagens com o Brasil, disse ele. Os trabalhadores que transportam bens essenciais de Portugal ficarão isentos.

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Amazônia afirmaram na última terça-feira (12) que a nova variante provavelmente surgiu no Amazonas entre dezembro e janeiro, e disseram que pode estar contribuindo para a aceleração de casos no Estado, que enfrenta uma severa segunda onda da Covid-19.

A nova variante foi detectada no domingo (10) pelo Ministério da Saúde do Japão em quatro pessoas que chegaram ao país oriundas do Amazonas. Segundo o Ministério da Saúde do Brasil, autoridades japonesas informaram que foram identificadas 12 mutações na nova cepa, sendo uma delas a mesma já identificada em variantes mais transmissíveis do vírus vistas no Reino Unido e na África do Sul.

Em dezembro, o Brasil suspendeu os voos do Reino Unido devido ao surgimento da variante britânica do coronavírus. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).