Senado aprova autorização para quebra de patentes de vacinas contra Covid-19

Brendan McDermid/Reuters
Brendan McDermid/Reuters

O objetivo é agilizar a produção de imunizantes para acelerar o processo de vacinação no país

O plenário do Senado aprovou na noite de ontem (29) um projeto de lei que prevê quebra temporária de patentes de vacinas, medicamentos e testes contra a Covid-19 no período que durar a pandemia de coronavírus. Agora, o texto segue para a Câmara dos Deputados.

Conforme a proposta, os detentores das patentes ficam obrigados a ceder ao poder público todas as informações necessárias para a produção de vacinas e medicamentos para o enfrentamento à Covid-19.

LEIA MAIS: Anvisa rebate “grave acusação” de fabricantes da Sputnik e divulga documentos e vídeo de reunião

O objetivo do projeto é agilizar a produção de imunizantes na tentativa de acelerar o processo de vacinação contra a doença no país.

A concessão de licença compulsória, temporária e não exclusiva para a exploração da patente ocorrerá quando um ato do governo federal reconhecer situação de emergência nacional ou interesse público. Nesses casos, mesmo assim, os direitos do titular da patente são assegurados e só pode ocorrer em caso de ele não atender à necessidade da situação. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).