Contrato em negociação com Pfizer prevê 35 milhões de doses em outubro, diz Queiroga

Segundo ministro da saúde, trata-se de um segundo contrato com a farmacêutica que prevê a aquisição de 100 milhões de doses da vacina

Redação
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

De acordo com o ministro da saúde, o novo acordo com a Pfizer prevê aquisição do total de 100 milhões de doses da vacina pela pasta

Acessibilidade


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse hoje (3) que um segundo contrato com a Pfizer, que ele voltou a afirmar que está na iminência de ser assinado, prevê mais 100 milhões de doses da vacina contra Covid-19 da farmacêutica norte-americana, com a entrega de 35 milhões em outubro.

“Ou seja, o Brasil terá à disposição da sociedade 200 milhões de doses da Pfizer, ainda para este ano, porque este segundo contrato ele prevê para o mês de outubro já 35 milhões de doses da Pfizer“, disse Queiroga durante evento na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

LEIA TAMBÉM: Brasil receberá 4 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 do Covax no fim de semana

O ministro explicou que este acordo em negociação é um segundo contrato com a Pfizer, que se soma ao já assinado e que prevê a aquisição pelo Ministério da Saúde de 100 milhões de doses da vacina, desenvolvida em parceria com a alemã BioNTech, até o final de setembro. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: