Lady Gaga e Glenn Close se unem a príncipe Harry e Oprah em série de TV sobre saúde mental

Programa será exibido na Apple TV+ e contará histórias de seus convidados e outras pessoas de todo o mundo a respeito de questões de bem-estar.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Jeremy Selwyn/Reuters
Jeremy Selwyn/Reuters

Príncipe britânico Harry no Castelo de Windsor

Acessibilidade


O príncipe britânico Harry e a rainha de programas de entrevista norte-americana Oprah Winfrey estrearão uma série de documentários de televisão sobre questões de saúde mental no final deste mês, e a cantora Lady Gaga e a atriz Glenn Close estão entre os colaboradores.

A série “The Me You Can’t See”, cocriada e produzida por Harry e Oprah, contará histórias de convidados destacados e outras pessoas de todo o mundo a respeito da saúde mental e outras questões de bem-estar, anunciou a Apple TV+, o serviço de streaming que exibirá os programas a partir de 21 de maio, hoje (10).

LEIA TAMBÉM: Pfizer buscará produzir 4 bilhões de vacinas contra Covid-19 em 2022

Oprah disse que a série pretende dar início a uma conversa global e substituir a vergonha que cerca a saúde mental pela sabedoria e a compaixão. Entre os participantes também estarão os jogadores de basquete DeMar DeRozan, do San Antonio Spurs, e Langston Galloway, do Phoenix Suns, disse a Apple.

“A maioria de nós carrega algum tipo de trauma, perda ou tristeza não resolvida, o que dá a sensação de ser – e é- muito pessoal”, disse Harry, neto da rainha Elizabeth, em um comunicado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Ainda assim, o ano passado nos mostrou que estamos todos juntos nisto, e minha esperança é que esta série mostre que existe poder na vulnerabilidade, conexão na empatia e força na honestidade.”

O príncipe já falou publicamente sobre suas próprias batalhas de saúde mental e de como lidou com a dor da morte de sua mãe, a princesa Diana, que morreu em um acidente de carro em Paris em 1997, quando ele só tinha 12 anos. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: