OMS pede que fabricantes de vacinas contra Covid-19 adiantem doses do Covax

Hoje (17), o chefe do Unicef pediu aos países do G7 que doem suprimentos como medida de emergência para compensar a carência.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Adnan Abidi/Reuters
Adnan Abidi/Reuters

Hoje (17), o chefe do Unicef pediu aos países do G7 que doem suprimentos como medida de emergência para compensar a carência

Acessibilidade


O chefe da OMS (Organização Mundial da Saúde) pediu que os fabricantes de vacinas contra Covid-19 disponibilizem doses ao esquema de compartilhamento de vacinas Covax antes do planejado devido a uma escassez de suprimentos causada pela interrupção das exportações indianas.

O Covax, que fornece doses a países mais pobres, depende muito das exportações de vacinas da AstraZeneca feitas pelo Instituto Serum da Índia, mas muitas destas estão sendo usadas no próprio país, que enfrenta uma segunda onda maciça de infecções.

Butantan entrega 1,1 milhão de doses da CoronaVac ao PNI e para produção por falta de insumo

Hoje (17), o chefe do Unicef pediu aos países do G7 que doem suprimentos como medida de emergência para compensar a carência, estimada em 140 milhões de doses, até o final de maio.

“Embora agradeçamos o trabalho da AstraZeneca, que vem aumentando constantemente a velocidade e o volume de suas entregas, precisamos que outros fabricantes sigam o exemplo”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em uma entrevista coletiva virtual.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Especificamente, ele pediu à Pfizer que adiante a entrega de cerca de 40 milhões de doses na segunda metade do ano e à Moderna que disponibilize neste ano doses prometidas para 2022.

“Precisamos de doses já, e pedimos a eles que adiantem as entregas o mais cedo possível”, disse ele. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: