Pfizer começa a testar vacina pneumocócica junto com dose de reforço contra Covid-19

A meta do estudo é entender se a combinação das vacinas é segura e sua reação imunológica

Redação
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

Frascos da vacina da farmacêutica Pfizer contra Covid-19

Acessibilidade


A Pfizer informou hoje (24) que começou a testar pessoas totalmente vacinados com mais de 65 anos em um estudo novo que usa uma candidata a vacina pneumocócica conjugada 20-valente da empresa (20vPnC) com uma terceira dose da vacina contra Covid-19 da Pfizer -BioNTech.

A meta do estudo é entender se a combinação das vacinas é segura e a reação imunológica depois de adicionar uma vacina contra pneumonia ao imunizante contra Covid-19, disse a Pfizer.

LEIA TAMBÉM: Olimpíada de Tóquio acontecerá mesmo sob estado de emergência, diz COI

A 20vPnC está sendo desenvolvido para ajudar a proteger adultos contra 20 serotipos responsáveis ​​pela maioria das doenças pneumocócicas invasivas e pela pneumonia.

O estudo novo incluirá 600 adultos que serão recrutados de dois estudos avançados de vacina contra Covid-19 da farmacêutica depois de terem recebido a segunda dose da vacina ao menos seis meses antes de entrarem no estudo de coadministração.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Antes se recomendava que as vacinas contra Covid-19 foram administradas sozinhas, mas, com base em experiências com outros tipos de vacinas, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) disse que as vacinas contra Covid-19 e outras podem ser administradas simultaneamente ou no mesmo dia.

Em dezembro, a Agência de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) aceitou para uma análise prioritária o pedido de licença da Pfizer para a 20vPnC em adultos de mais de 18 anos e informação uma data de ação para uma decisão em junho. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aceitou o pedido de autorização de marketing da empresa para a 20vPnC dois meses depois. (Com Reuters)

 

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: