Japão dobrará doação de vacinas contra Covid-19 para 60 milhões de doses

Grande parte das doações de vacina japonesas até o momento foi através de acordos bilaterais com vizinhos asiáticos que não integram o Covax.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Kim Kyung-Hoon/Reuters
Kim Kyung-Hoon/Reuters

Primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, durante entrevista coletiva em Tóquio

Acessibilidade


O Japão dobrará para cerca de 60 milhões de doses sua doação de vacinas contra Covid-19 destinada a países necessitados, disse o primeiro-ministro Yoshihide Suga em uma cúpula virtual nesta quinta-feira.

A promessa se soma a um acordo anterior de fornecimento de 30 milhões de doses e US$ 1 bilhão ao programa Covax, supervisionado pela aliança Gavi e pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

LEIA MAIS: Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

“O Japão oferece aproximadamente 23 milhões de doses de vacina contra Covid a vários países e regiões de todo o mundo, o que é o terceiro maior fornecimento de vacina do mundo até agora”, disse Suga à conferência.

Grande parte das doações de vacina japonesas até o momento foi através de acordos bilaterais com vizinhos asiáticos que não integram o Covax.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Japão está doando a maior parte de seu suprimento da produção doméstica da vacina desenvolvida pela AstraZeneca.

O país conta principalmente com vacinas importadas de RNA mensageiro da Pfizer e da Moderna para sua campanha de vacinação, que já imunizou totalmente cerca de 55% de sua população, de acordo com dados do governo. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: