Hospitais privados veem casos de Covid-19 duplicarem em duas semanas

A entidade disse que os atendimentos relacionados à Covid-19 representaram 30% da demanda em pronto-socorro de hospitais no período

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Diego Vara/Reuters
Diego Vara/Reuters

Mulher internada com Covid-19

Acessibilidade


Os hospitais privados do país registraram nas últimas duas semanas uma elevação média de 94% nos casos de Covid-19 e um aumento nas taxas de ocupação, disse a associação nacional que representa o setor, Anahp, nesta quinta-feira.

“Estamos entrando em uma semana de maior preocupação em relação às duas últimas. O crescimento dos atendimentos nos pronto-atendimentos tem sido muito expressivo nos hospitais, o que reflete no aumento do número de internações e faz com que as instituições voltem a precisar ampliar a destinação de leitos para Covid-19”, disse Antônio Britto, diretor-executivo da associação, em comunicado.

Dos mais de 6.400 hospitais do país, 58% correspondiam a instituições privadas, segundo dados de 2021 da entidade. Do percentual de grupos privados, 36,6% são membros da Anahp.

A entidade disse que os atendimentos relacionados à Covid-19 representaram 30% da demanda em pronto-socorro de hospitais no período. Desses, 4,5% agravaram-se para internações e cerca de 1,2% foram encaminhados para UTI.

Já os casos de síndromes gripais não relacionados à Covid-19 em pronto-atendimentos cresceram 32%, segundo a Anahp.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A taxa de ocupação média dos hospitais privados nas últimas duas semanas ficou em 84%, enquanto em abril o percentual não passou de 77,5%, mostram os dados associação, embora Britto observe que há também impacto da retomada dos procedimentos eletivos.

A associação ainda afirma que 5,5% dos profissionais de saúde dos hospitais privados foram afastados por diagnóstico positivo para Covid-19 nas duas semanas apuradas.

Compartilhe esta publicação: