Pfizer quer usar vacina de Covid em menores de 5 anos nos EUA

Nenhuma vacina contra Covid-19 foi aprovada para crianças nessa faixa etária na maior parte do mundo

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

Pfizer compra farmacêutica Biohaven por US$11,6 bilhões

Acessibilidade


A Pfizer e a parceira BioNTech concluíram o registro junto ao regulador de medicamentos dos Estados Unidos buscando autorização para sua vacina contra Covid-19 em crianças menores de 5 anos de idade.

O pedido na Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA), concluído ontem (1º), incluiu dados que mostram que três doses mais baixas da vacina geraram uma forte resposta imune em crianças a partir de 6 meses.

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Nenhuma vacina contra Covid-19 foi aprovada para crianças nessa faixa etária na maior parte do mundo. Ainda não está claro quantos pais vão vacinar seus filhos, já que a demanda tem sido baixa em crianças de 5 a 11 anos.

Em 23 de maio, a Pfizer e a BioNTech disseram que seu teste mostrou que uma versão de 3 microgramas da vacina gerou uma resposta imune semelhante em crianças menores de 5 anos em comparação às duas doses de 30 microgramas cada em jovens de 16 a 25 anos em um teste anterior.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Moderna divulgou em março dados de testes que mostraram que uma formulação de duas doses de sua vacina era segura e gerava uma resposta imune semelhante em crianças pequenas e em adultos.

Consultores independentes da FDA discutirão as duas aplicações em uma reunião marcada para 15 de junho.

Compartilhe esta publicação: