10 lugares mais legais para visitar em 2020

Reprodução Forbes
Reprodução Forbes

Aventura de caiaque na Amazônia peruana com a Aqua Expeditions

O mundo parece estar em expansão constante. Todo viajante que eu conheço diz que sua lista de lugares para visitar cresce na mesma proporção. Decidir sozinho lugares inusitados para visitar é difícil, então perguntei à minha equipe não oficial de consultores. Eles mantêm seus ouvidos atentos aos interesses de seus clientes e os olhos nas aventuras que eles mesmos experimentam ao redor do mundo.

O ano de 2020 será diferente. Jornalistas, agentes de viagens, viajantes e moradores de cidades como Barcelona estão em um momento de superlotação turística. O que torna essa lista complicada, mas não impossível.

VEJA TAMBÉM: 7 melhores lugares para visitar em Praga

Philippe Brown, fundador da agência de experiências turísticas Brown e Hudson, disse algo coerente. Ele falou sobre tendências e minhas favoritas são “turismo ético: sustentabilidade, luxo e desejo de viajar”. A ideia é que os turistas (vamos ser honestos: somos todos turistas quando saímos de casa) deixem uma pegada leve e positiva por onde passam. “O termo sueco ‘lagom’ (apenas o suficiente, em tradução livre) é cada vez mais comum entre os viajantes que procuram que querem as coisas à sua maneira.”

As listas de lugares para visitar não vão desaparecer e compartilho a esperança de Brown de que todos possamos estar mais atentos à maneira como viajamos. Veja, na galeria de fotos a seguir, os 10 lugares mais legais para visitar em 2020:

  • Ártico

    Há mais para ser explorado no topo do mundo do que nunca. Wen Minkoff, diretor administrativo de marketing da agência focada em aventuras GeoEx, diz: “O ano de 2020 será especial, porque você pode avistar baleias narvais e morsas no gelo, passear de caiaque pelos icebergs, pegar um helicóptero de um quebra-gelo nuclear para passear pelo Polo Norte, ou seguir em terra e caminhar pela tundra e pelas geleiras à procura de renas e raposas do Ártico”.

    Reprodução Forbes
  • Brasil

    O país tem “território memorável: floresta tropical, praias, dunas e regiões de vinícolas”, segundo Jennine Cohen, diretora sênior de vendas globais da GeoEx. “A rica história e a mistura cultural se manifestam na comida que se funde com a atraente arquitetura do país.” Os holofotes estão apontados para a vibrante cidade afro-brasileira de Salvador, onde o novo Fasano Hotel oferece acomodações e restaurantes de alto nível.

    Reprodução Forbes
  • Brisbane, Austrália

    Segundo especialistas da Red Savannah, graças ao crescimento da oferta de voos diretos, melhorias na região e novos hotéis cinco estrelas, a cidade até então negligenciada está em pleno crescimento. “A orla industrial outrora abandonada tem recebido investimentos como nunca antes, e a Qantas anunciou novos serviços de voos diretos partindo de Chicago e San Francisco. A abertura do Calile Hotel foi um toque especial ao clima urbano-chique dos arredores de James St.”.

    Reprodução Forbes
  • Dolomitas e Lago de Garda

    Primeiro, houve o grande burburinho de aprovação quando Cortina foi nomeada recentemente uma das cidades-sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026. Em tempo, Tom Marchant, cofundador da Black Tomato, diz que as montanhas Dolomitas, na Itália, oferecem uma “poesia ao crescente apetite de nossos clientes por destinos intocados”. Nas proximidades, ao redor do Lago Garda, o novo Lefay Resort oferece uma estadia de bem-estar aliada ao “ecologicamente correto, atraente para os viajantes que buscam uma experiência enriquecedora enraizada na natureza”. E em março de 2020, a Black Tomato lançará um safari de esqui e vinho com degustação de rótulos tintos, brancos e frisantes do sul da região de Tirol.

    Reprodução Forbes
  • Hydra, Grécia

    “Um refúgio de fim de semana para os locais e um centro criativo para artistas, esta ilha representa a verdadeira vida cotidiana na Grécia”, diz Marchant. “Os solos intocados e as estradas desertas tornam o local cada vez mais atraente para quem vem de Mykonos ou Santorini”. A Black Tomato, em parceria com artistas locais, “oferece estúdios e casas, para mostrar a incrível hospitalidade da grega”.

    Reprodução Forbes
  • Israel

    “Viajar para Israel é experimentar uma rara mistura de história, espiritualidade, cultura, aventura e inovação, perfeita para viajantes de todas as idades e interesses –a escolha perfeita para agradar todas as gerações”, explica Marchant. “Em um país com tantas paisagens, topografias, crenças e modos de vida diversos, há muito para descobrir.” Para explorar o passado, a opção são os túneis subterrâneos na cidade de David. Se o foco é aproveitar o presente, a melhor escolha é a energia e a inovação (e a arquitetura Bauhaus) da moderna Tel Aviv. E para um vislumbre do futuro, a aposta é a experiência de luxo no deserto oferecida pelo Six Senses Shaharut, programado para finalmente inaugurar em 2020.

    Reprodução Forbes
  • Japão

    “Encare, junte-se ou fuja das multidões da Olimpíada”, diz Brown ao salientar que o Japão também está cada vez mais acessível aos viajantes com deficiências. Don George, da GeoEx, completa: “Claro que a Olimpíada é um atrativo. Mas há muito mais para ver e fazer no país. Saia dos passeios tradicionais e aventure-se na pela pequena ilha de Shikoku ao sul do país. Lá você pode fazer o Caminho do Japão, uma trilha de peregrinação por 88 templos do século 9, que circunda a ilha”. Banhe-se nas famosas águas termais do século 19, experimente a especialidade local katsuo no tatake (peixe bonito fresco ligeiramente grelhado), que George chama de “um gostinho do paraíso”, hospede-se em uma casa de fazenda construída no século 18, maravilhosamente repaginada, e explore vales isolados de montanhas, onde as tradições estão presentes por toda parte.

    Reprodução Forbes
  • Cidade do México

    O destino chegou à lista mais por paixão pessoal do que qualquer outro atributo. Quando Jennine, da GeoEx, partiu em sua própria jornada para Buenos Aires, ela se viu seduzida pela Cidade do México. Tanto que ficou semanas na capital do México, depois passou a fazer planos para morar lá. Jennine compartilhou tudo isso comigo, que também amava essa energia: “A Cidade do México está pegando fogo, com novos restaurantes incríveis, arte e basicamente tudo. Parece o centro do mundo.”

    Reprodução Forbes
  • Nova Zelândia

    Se é bom o suficiente para o polivalente Stephen Colbert, é bom o suficiente para você. Essa é a ideia que a Brown e Hudson passa para seus clientes. E por que não? A paisagem é épica. Pode parecer que há mais ovelhas do que pessoas e há uma predileção por esportes de aventura seguros, mas estranhos. Mas, acima de tudo, é distante de experiências dramáticas.

    Reprodução Forbes
  • Amazônia peruana

    A agência Red Savannah tem visto uma onda de interesse de seus clientes pelo aguardado Aqua Nera, o nova embarcação fluvial da Aqua Expeditions, empresa responsável por levar o luxo para a Amazônia. Em agosto de 2020, o navio deve zarpar para conectar seus passageiros com botos-cor-de-rosa, peixes-boi, lontras gigantes e jacarés-anões, com naturalistas de primeira linha para explicar tudo –e, como os entusiastas do Aqua esperam, excelente cozinha com o chef consultor Pedro Miguel Schiaffino, à frente dos restaurantes Malabar e ÁmaZ, em Lima.

    Reprodução Forbes

Ártico

Há mais para ser explorado no topo do mundo do que nunca. Wen Minkoff, diretor administrativo de marketing da agência focada em aventuras GeoEx, diz: “O ano de 2020 será especial, porque você pode avistar baleias narvais e morsas no gelo, passear de caiaque pelos icebergs, pegar um helicóptero de um quebra-gelo nuclear para passear pelo Polo Norte, ou seguir em terra e caminhar pela tundra e pelas geleiras à procura de renas e raposas do Ártico”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).