Hera Bank cresce mais de 5.000% em um ano

Divulgação

Jacob Facuri, Marcelo Medeiros, Antonio Castro e Elie Chidiac, sócios-fundadores do Hera Bank

Com os avanços da tecnologia, as pessoas se adaptam à vida da era digital e à nova forma de lidar com os bancos. Com mais agilidade, menos burocracia e custos reduzidos, abrir uma conta é simples, fácil e sem taxa de manutenção mensal. Com sede em Goiânia e atuação nacional, o Hera Bank iniciou sua atividade em março 2019 e, em menos de um ano, já tem mais de 100 mil usuários de contas digitais ativos e cerca de 20 mil estabelecimentos comerciais credenciados transacionando com máquina de cartão Hera.

Segundo seus fundadores, o Hera Bank imprimiu uma linha ascendente de crescimento logo nos primeiros meses de atuação. Com serviços que mesclam o uso de uma conta digital (pagamentos de boletos e uso de QR Code para pagamentos), a instituição promete agilidade na abertura e validação da conta. Em menos de cinco minutos, é possível abrir uma conta, começar a movimentar valores e fazer pagamentos. Para quem precisa de máquina de cartão, em poucas horas o cadastro é ativado e a máquina Hera fica à disposição para transações.

O Hera Bank usa a mais moderna plataforma digital – a mesma utilizada por instituições internacionais. Com compliance e segurança de informação, o Hera Bank está alinhado com as exigências do Banco Central e com as políticas de privacidade de dados dos usuários previstas na legislação brasileira. Como todos os open banks, a instituição utiliza ferramentas de última geração para dinamizar sua interface com os clientes. “Sabemos, claro, da presença de outros players que atuam no mercado, mas não podemos desprezar a realidade desse mercado competitivo. Ainda há muito espaço para crescer”, avalia Antonio Castro, de 45 anos, que está na área de tecnologia desde 1995.

O Hera Bank teve sua semente plantada em 2017, quando Antonio conheceu Jacob Facuri, de 38 anos, com curso superior em economia, mestrado nos Estados Unidos e experiência no mercado financeiro desde 2007.

Jacob e Antonio juntaram forças com outros dois amigos e sócios fundadores do Hera Bank: Marcelo Medeiros e Elie
Chidiac. Jacob conta que ficou surpreso com rápido sucesso da instituição. “Crescemos em menos de um ano o que estava previsto para os próximos cinco: um crescimento de mais de 5.000% já no primeiro ano.”

O plano para 2020 é continuar ampliando o número de parceiros e colaboradores Brasil afora e abrir escritórios em todas as capitais. “Nosso propósito é fornecer serviços financeiros tradicionais com mais agilidade, menos burocracia e custos reduzidos”, sublinha Elie Chidiac. Em tempo: o nome Hera faz alusão à rainha do Olimpo, deusa do nascimento e do casamento na mitologia grega. Acesse e conheça mais: herabank.com.

*Infomercial é conteúdo patrocinado, de responsabilidade exclusiva dos autores, e não reflete a opinião da Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).