Conheça a brasileira que está facilitando a atuação de negócios estrangeiros no país

Divulgação
Divulgação

Priscila Campos, fundadora da Grupo International: know how para eliminar barreiras nos negócios

Quando a consultoria italiana especializada em moda Fashion Flairs decidiu se instalar no Brasil, percebeu logo que precisaria de ajuda para compreender o emaranhado regulatório, jurídico, administrativo e bancário que rege o país. Se para os brasileiros não é fácil trafegar por esses caminhos, para uma empresa estrangeira, ainda que com o apoio de especialistas, o cenário é ainda pior.

Prova disso é que na edição 2019 do relatório “Doing Business”, do Banco Mundial, o Brasil perdeu oito posições e ficou em 124º lugar – de 190 participantes – no ranking que mede a facilidade de fazer negócios, atrás de países como Uganda e Egito. O levantamento avalia, anualmente, critérios como abertura de empresa, registro de propriedade, pagamento de impostos e execução de contratos, entre outros.

Ciente das dificuldades, mas disposta a enfrentá-las para fincar o pé no mercado brasileiro, Sonia Ferrari, CEO da empresa, recorreu à International Consulting, fundada por Priscila Campos em 2000 para prestar serviços de consultoria, negócios, jurídicos, contábeis e de auditoria tanto para negócios nacionais quanto estrangeiros.

“Ela providenciou tudo: da abertura da empresa e representação legal até a administração de serviços bancários, fiscais e de contabilidade, passando pela geração de balanços e pelo gerenciamento de operações gerais e extraordinárias”, conta a executiva, que atualmente ainda conta com suporte às importações, gerenciamento do fluxo de caixa e das contas dos fornecedores e análise tributária. “A International Consulting foi responsável por criar a nossa filial no Brasil, com agilidade e, quase sempre, de maneira remota. Graças à confiança que adquirimos naquele início, acabamos dando continuidade ao relacionamento inclusive para trazer mais projetos ao Brasil.”

Mas Sonia vai além da celeridade e da fluidez na comunicação para justificar a eficiência dos serviços prestados. “Todas as decisões críticas e estratégicas foram embasadas pelo conhecimento profundo do cenário tributário brasileiro, o que também nos ajudou a enfrentar a burocracia e evitar complicações futuras. A expertise em outras áreas também contribuiu muito na operação comercial, impactando diretamente o desenvolvimento do nosso negócio.”

DEMANDA LATENTE

Formada em Ciências Contábeis, Administração e Relações Internacionais e pós-graduada em Contabilidade Internacional, Priscila atuou durante anos na controladoria de grandes empresas até que começou a ser indicada por câmaras de negócios instaladas no país, como da França e de Portugal, para ajudar negócios que queriam atuar aqui, mas não sabiam por onde começar. Dessa demanda nasceu a International Consulting que, com o tempo, ganhou um braço só de marketing, a Partner Marketing Digital, para complementar a atuação das empresas estrangeiras por aqui.

“Acabei me interessando muito pelos negócios internacionais e me especializei”, diz a executiva, que já conta com escritórios em São Paulo, Guarulhos e no Rio de Janeiro e uma equipe de 50 funcionários responsável pelo atendimento a mais de 50 empresas dos mais variados setores.

Um desses clientes é a Albinvest, empresa portuguesa que, desde 2016, atua em território brasileiro. “O Grupo International é nosso representante legal no país e presta assessoria contábil, tributária e financeira”, conta Hélder Martins, CEO da companhia de investimentos no setor de energia eólica. “Eles cuidaram do estabelecimento de nossas operações no país, alertando para as particularidades fiscais e trabalhistas da legislação local e demonstrando segurança técnica a cada passo”, diz o executivo.

A opinião de Martins é corroborada pela francesa Anne-Marie Cousineau, sócia-diretora da Zadig. “A International Consulting fez todo o estudo de viabilidade para nossa instalação no Brasil, incluindo as operações de transferência de lucros para o Canadá e a França, onde atuamos. O know how da empresa é muito atualizado, eles escutam e entendem nossas necessidades e todo o processo sempre foi conduzido com muita transparência. Isso sem falar do grande conhecimento dos mercados internacionais”, conta a executiva da empresa especializada em tecnologia para o setor hoteleiro.

Atualmente, Priscila também faz o caminho inverso: ajuda empresas e investidores brasileiros a operarem em mercados internacionais, atuação que vai além dos arranjos legais para o estabelecimento dos negócios e inclui até o suporte para os executivos em nível pessoal. “As barreiras que existiam no passado foram sendo derrubadas. Hoje é possível fazer negócios em qualquer lugar, o que expande infinitamente o tamanho e a capilaridade das empresas.”

*Infomercial é conteúdo patrocinado, de responsabilidade exclusiva dos autores, e não reflete a opinião da Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).