Profissionalização e qualidade transformam Brasil em hub para podcasts

Única startup brasileira especializada no formato presente no ranking Start Up Pill, Pod360 produz mil horas de conteúdo ao mês e alcança mais de 10 milhões de ouvintes.

Infomercial Pod360
Compartilhe esta publicação:

Felipe Lobão, Marcos Chehab e Tiago Bianco, sócios do Pod360 (Crédito: Divulgação)

Acessibilidade


O conteúdo em áudio possui protagonismo no renascimento cultural. Essa expressão, utilizada por Dawn Ostroff, diretor de conteúdo e publicidade do Spotify, durante a divulgação da pesquisa Culture Next 2021, realizada pela plataforma, dá uma dimensão da proporção e da representatividade do podcast como mídia indispensável na vida de muitas pessoas. O estudo destaca alguns elementos importantes que fazem desse formato uma conexão direta com as novas dinâmicas de consumo de conteúdo. As chamadas geração Millennial, de 26 a 40 anos, e a Geração Z, de 11 a 25 anos, não apenas consomem, mas criam, fazem curadoria e ainda vivenciam o podcast. O Brasil, vale lembrar, é o segundo maior mercado de podcasts do Spotify.

“Os podcasters se transformaram em uma classe renovadora de criadores que se sentem autênticos, acessíveis e, acima de tudo, confiáveis”, aponta a pesquisa. Ela também mostra que 64% dos criadores da Geração Z acreditam que a tecnologia torna mais fácil ser um curador de conteúdo e 67% dos Millennials sentem pressão para criá-lo. Do ponto de vista de negócios, a mídia também tem apelo importante, já que 41% de todos os ouvintes dizem que confiam mais nos anúncios se os escutarem durante um podcast e 81% afirmam que realizaram alguma ação após escutar uma inserção de marca nessa mídia.

Diante deste contexto, que conecta audiência engajada e oportunidades de comunicação qualificada para empresas, o Brasil é destaque. De acordo com o Ibope, o país é o 5º no ranking mundial de crescimento na produção de podcasts. Dos quase 100 milhões de brasileiros que consomem áudio digital, 28 milhões declaram ouvir podcasts. Além disso, o país ganhou destaque pelo profissionalismo técnico e pela qualidade do conteúdo produzido localmente. “É uma indústria muito competitiva e a audiência está cada vez mais atenta à qualidade do formato”, afirma Marcos Chehab, sócio e CEO da Pod360. “Entrar no podcast sem o aporte especializado é como iniciar a construção de uma ponte sem engenheiro. Para atrair investidores para o conteúdo, algo muito comum mundo afora, inclusive com fundos de investimentos dedicados, é fundamental que o podcast seja impecável.”

Estratégia operacional e qualidade de conteúdo

Apontada pelo Start Up Pill como uma das mais importantes startups de podcasts do mundo, a única em língua portuguesa a figurar no ranking, a Pod360, hub que surgiu em 2019 com a proposta de profissionalizar a produção nacional de podcasts e torná-los produtos de mídia atraentes, produz mais de mil horas de conteúdo mensalmente e ultrapassa 10 milhões de ouvintes atingidos. Suas produções estão frequentemente nas listas de mais ouvidas das plataformas de streaming. Segundo Tiago Bianco, sócio e Head de Operações da Pod360, o investimento no capital humano é fundamental para o sucesso da operação. “Além de buscar personalidades cativantes e com identificação com os públicos-alvo, é fundamental que a equipe técnica seja altamente qualificada. Nosso time de especialistas passa constantemente por processos de aperfeiçoamento. Assim, desenvolvemos e oferecemos aos parceiros soluções inovadoras e exclusivas”, afirma.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Outra disciplina que recebeu grande atenção é a qualidade do conteúdo, alicerce para que cada atração cative o público e se mantenha relevante. Para Felipe Lobão, sócio e Head de Conteúdo da Pod360, formar um time de especialistas no formato levou grandes nomes da comunicação social brasileira, como Adriane Galisteu, Fernando Rocha, Ivan Moré, André Vasco e Elcio Coronato, entre outros, a entrarem no “universo podcaster”, fomentando sua exposição na mídia e o awareness entre o público brasileiro. Hoje, a indústria de podcasts é uma atividade bilionária, que atrai comunicadores, artistas e creators de primeiro escalão, além de investimentos substanciais das principais plataformas de streaming e publishers do mundo todo.

Neste contexto, a Pod360 se propõe a oferecer soluções 360º no formato e passou por um período de soft opening, em que maturou a atuação como one-stop-shop, mapeando e dominando todas as disciplinas necessárias para produção e gestão de um podcast de sucesso. Além de aplicar o uso de big data para mapear o comportamento dos consumidores, criou canais estratégicos de lançamento, territórios de interesse para anunciantes e desenvolveu metodologias e soluções focadas nas percepções e sensações dos ouvintes nos fones de ouvido. Por fim, a Pod360 é parceira das principais plataformas de streaming e publishers atuando no formato. É o caso, por exemplo, de Spotify e Deezer, dois dos maiores players mundiais na indústria de podcasts e que buscam conhecimento e vantagens competitivas como custos acessíveis e agilidade na entrega.

  • Caio Ribeiro

  • Davi Correa e Tico Sahyon

  • Edson Castro e Marcelo Forlani

  • Fabio Wolff e Ivan Martinho

  • Filipe Masetti e Rafael Vilella

  • Felipe Lobão, Marcos Chehab e Tiago Bianco, sócios do Pod360

Caio Ribeiro

Compartilhe esta publicação: