Wash Me, start up de lavagem ecológica, economiza 3 milhões de litros d'água

Empresa foi criada para profissionalizar limpeza de automóveis com técnica 100 vezes mais econômica do que a de uma lavagem normal.

Infomercial Wash Me
Compartilhe esta publicação:
Divulgação

De pé, da esquerda para a direita: Mayara Bastos, gerente de operações B2C; Bárbara Caroline, coordenadora de conteúdo social; Matheus Tedesco, gerente de operações B2B, e Fernanda Lagrotta, diretora de marketing. Sentados, a partir da esquerda: André de Souza, gerente financeiro; João Salvatori, CEO; Marcelo Lopes, CFO, e Omar Selem, diretor de parcerias e expansão

Acessibilidade


Manter uma frota de veículos sempre limpa é um desafio constante para as empresas. Fazer isso de uma maneira sustentável, economizando água e seguindo os padrões ESG é o problema que a Wash Me se propõe a resolver. A start up de lavagem ecológica nasceu em julho de 2019 e desde então já economizou 3 milhões de litros d’água e teve crescimento de 1000% em seu faturamento em dois anos consecutivos. Apenas em novembro de 2021, a empresa de 50 funcionários próprios economizou 600 mil litros.

Para atingir e manter esses resultados, a Wash Me utiliza uma técnica de lavagem 100 vezes mais econômica do que a tradicional, gastando menos de um copo d’água (500 ml) por carro e usando produtos biodegradáveis. A empresa também fornece um aplicativo em que seus clientes podem acompanhar a manutenção estética dos veículos através de uma plataforma com toda a assistência necessária durante a operação.

“Nossa prioridade é trazer segurança e suporte para nosso consumidor, resolvemos todos os problemas internamente e centralizamos as soluções em nossa base”, explica Marcelo Lopes, co-fundador da start up e atual CFO.

Trabalhando com 400 colaboradores ao redor de 40 cidades em oito estados do Brasil, a Wash Me atende sua demanda de forma delivery. Ou seja, os profissionais são direcionados para onde o cliente estiver, sem que ele precise gastar com o transporte de sua frota. Em dois anos e meio, a empresa que começou com investimento de R$ 10 mil conseguiu implementar este modelo de negócios para contratos com gigantes como a Creditas Auto, ETC empreendimentos e empresas com frotas de todos os segmentos como como TP Taipastur Transportes, Fadel, Conlog, Imediato, Log20 e Translecchi entre outras transportadoras que realizam as entregas para uma das maiores cervejarias do mundo. Também atendemos a frota de transporte de uma das maiores redes de supermercados do país.

“No começo, nós mesmos fazíamos todas as vendas e limpávamos os carros, colocamos muito a mão na massa até ter capital”, conta João Salvatori, CEO da empresa e co-fundador. “Assim, vimos o que realmente fazia sentido e os desafios reais de nossos compradores”, diz.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Wash Me, que iniciou com atendimento ao consumidor final, hoje tem o negócio 90% voltado para atendimento a empresas. Os serviços incluem lavagem ecológica, polimento, enceramento, higienização, oxi-sanitização, vitrificação entre outros.

“Nosso objetivo é profissionalizar o segmento de limpeza e estética automotiva para podermos entregar as melhores e mais ágeis soluções as empresas que possuem frotas”, diz Salvatori. A start up seleciona estéticas automotivas espalhadas pelo país para fazer parte de sua equipe e fornecer novos meios de renda, sendo a responsável por treinamento presencial e regularização documental para cadastrá-los em sua plataforma.

Além dos parceiros, há também 50 funcionários da Wash Me trabalhando mensalmente em 12 locais e 2 estados, como na operação responsável pela Creditas Auto.

Se sustentabilidade está no centro do negócio, rapidez também é um dos pilares. “Em apenas dois meses, conseguimos operacionalizar lavagens em 35 cidades, realizando mais de 2000 lavagens de veículos pesados ao mês”, explica Omar Selem, sócio da start up e atual diretor de parcerias e expansão.

Para o futuro, os empresários sonham grande. Salvatori tem em mente operações em toda a América Latina dentro dos próximos três anos “atendendo as maiores e mais relevantes empresas, profissionalizando o segmento de lavagem e estética automotiva e estruturando ainda mais nossas soluções”.

  • Omar Salem, diretor de parcerias e expansão; Fernanda Lagrotta, diretora de marketing; Marcelo Lopes, CFO; e João Salvatori, CEO da Wash Me

  • Marcelo Lopes, CFO, e João Salvatori, CEO da Wash Me

  • Veículos pesados também recebem serviços da Wash Me

  • Carros de luxo recebem cuidados nas operações B2C

  • Wash Me utiliza uma técnica de lavagem 100 vezes mais econômica do que a tradicional, gastando menos de um copo d’água (500 ml) por carro e usando produtos biodegradáveis

  • Funcionários Wash Me no treinamento profissional ITP

  • De pé, da esquerda para a direita: Mayara Bastos, gerente de operações B2C; Bárbara Caroline, coordenadora de conteúdo social; Matheus Tedesco, gerente de operações B2B; e Fernanda Lagrotta, diretora de marketing. Sentados, a partir da esquerda: André de Souza, gerente financeiro; João Salvatori, CEO; Marcelo Lopes, CFO; e Omar Selem, diretor de parcerias e expansão

Omar Salem, diretor de parcerias e expansão; Fernanda Lagrotta, diretora de marketing; Marcelo Lopes, CFO; e João Salvatori, CEO da Wash Me

Siga a Wash Me no Instagram

* Infomercial é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores.

 

Compartilhe esta publicação: