Cielo faz parceria com Banco Original empresas menores

Getty Images
Negócio é reação à perda de mercado pela multiplicação de concorrentes

A Cielo assinou acordo com o Banco Original em pagamentos digitais para micro e pequenas empresas, numa tentativa da maior empresa de cartões do país de reagir à perda de mercado provocada pela rápida multiplicação de concorrentes. Controlada por Bradesco e Banco do Brasil, a Cielo afirmou em comunicado que a iniciativa é parte dos esforços para expandir e fortalecer seus canais de distribuição, “garantindo capilaridade e presença nos diversos segmentos do mercado e regiões do país”.

LEIA MAIS: Cielo e Rede tentam voltar a dar as cartas no mercado

O anúncio acontece semanas após mudança de comando em ambos os parceiros, com o comando assumido por ex-executivos do BB. Paulo Caffarelli assumiu a presidência da Cielo em 5 de novembro, logo depois de ter deixado a liderança do banco.

Alexandre Abreu, também ex-presidente do BB, era diretor de pessoa física do Banco Original, do qual foi feito presidente em outubro. Levou consigo Raul Moreira para ser diretor de tecnologia e operações do banco.

As ações da Cielo subiram 2% ontem (19), com o anúncio, enquanto o Ibovespa caiu 1,08%. Mas, no ano, o papel acumula desvalorização de quase 70%.

Já está no disponível no aplicativo ForbesBrasil a edição 64 com a lista Under30. 
Baixe o app na Play Store ou na App Store.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).