Nike tem resultado acima do esperado

Getty Images
Na América do Norte, seu maior mercado, as novas estratégias da Nike levaram a empresa a conquistar mais participação de mercado da rival alemã Adidas e a um aumento de 8,5% na receita trimestral.

Os resultados trimestrais da Nike superaram estimativas de Wall Street, impulsionadas pela força na América do Norte, onde lançamentos levaram a uma venda maior de calçados e roupas online com preço mais acessível.

LEIA MAIS: Receita trimestral da Nike cresce acima do esperado

Por mais de um ano, a Nike acelerou o ritmo de lançamentos de produtos e expandiu parcerias com varejistas online, o que ajudou a impulsionar um aumento de mais de 30% nas vendas digitais nos Estados Unidos. No geral, as vendas online subiram 41% no trimestre encerrado em 30 de novembro.

Na América do Norte, seu maior mercado, as novas estratégias da Nike levaram a empresa a conquistar mais participação de mercado da rival alemã Adidas e a um aumento de 8,5% na receita trimestral.

Mesmo na China, onde os investidores estavam preocupados com seu crescimento devido à guerra comercial com os Estados Unidos, a receita trimestral cresceu 26,4%.

A receita total da fabricante subiu 9,6%, para US$ 9,37 bilhões. O lucro líquido subiu para US$ 847 milhões, ou 0,52% por ação, no período. Os analistas esperavam, em média, que a Nike lucrasse US$ 0,46 por ação, com receita de US$ 9,18 bilhões, segundo dados I/B/E/S da Refinitiv.

Já está no disponível no aplicativo ForbesBrasil a edição 64 com a lista Under30.
Baixe o app na Play Store ou na App Store.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).