Facebook investirá US$ 300 mi na imprensa

Getty Images
A primeira rodada de investimentos nos EUA vai ajudar a alavancar recursos para reportagens locais

O Facebook investirá US$ 300 milhões em três anos em notícias locais ao redor do mundo, já que enfrenta fortes críticas por seu papel na deterioração do setor. O investimento em tempo e dinheiro é uma expansão significativa de um plano para ajudar redações nos Estados Unidos e no exterior a criarem e sustentarem modelos de negócios viáveis ​​para sobreviver, disse hoje (16) a empresa.

LEIA MAIS: Intel trabalha com Facebook sobre chip de inteligência artificial

Ao contrário dos investimentos anteriores no setor de notícias, esta última rodada se distingue por não estar vinculada aos produtos relacionados ao Facebook. Rodadas anteriores de aportes no setor de notícias foram projetadas para encorajar os editores a confiarem na entrega de seus produtos por meio da rede social, o que acabou prejudicando muitas organizações de notícias quando as estratégias do Facebook mudaram.

“Vamos continuar a combater notícias falsas, desinformação e notícias de baixa qualidade no Facebook”, disse Campbell Brown, vice-presidente de Global News Partnerships da empresa, em comunicado. “Mas também temos a oportunidade e a responsabilidade de ajudar as organizações de notícias locais a crescerem e prosperarem.”

A primeira rodada de investimentos nos EUA vai ajudar a alavancar recursos para reportagens locais, auxiliar na pesquisa de como usar a tecnologia para melhorar a coleta de notícias e criar novos produtos, recrutar “jornalistas comunitários em treinamento” e colocá-los em redações locais e também ajudar a financiar um programa com modelo similar ao Peace Corp, que colocará 1.000 jornalistas em redações locais ao longo de cinco anos.

Os beneficiários dos investimentos incluem Pulitzer Center, Report for America, Knight-Lenfest Local News Transformation Fund, Local Media Association e Local Media Consortium, American Journalism Project e Community News Project.

VEJA TAMBÉM: Facebook e Instagram: perfis mais populares de 2018

Fran Wills, presidente-executiva do Local Media Consortium, uma aliança de 80 empresas de notícias que representam 2.200 veículos, disse que o Facebook está ajudando o grupo a criar um programa de conteúdo de marca destinado a atrair novos anunciantes. “O Facebook está fazendo esse investimento para ajudar a apoiar empresas de mídia locais, abrir novos fluxos de receita que vão sustentar o jornalismo local”, disse. “É de interesse deles ter o máximo de conteúdo confiável possível em sua plataforma e isso é um benefício direto para os consumidores”, disse ela.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).