Dona do “Angry Birds” prevê alta nas vendas

Reuters
A Rovio espera aumentar as vendas de 2019 para € 300 milhões a € 330 milhões

A Rovio Entertainment, desenvolvedora da franquia de jogos móveis “Angry Birds”, disse que espera que as vendas cresçam este ano, impulsionada por novos lançamentos de jogos e de filmes, após seu lucro operacional do quarto trimestre ser dividido pela metade.

LEIA MAIS: Rovio, produtora de Angry Birds, tem 3º tri forte

A companhia, que foi listada em Helsinque em setembro de 2017, foi afetada pela alta dependência da marca Angry Birds, lançada em 2009, além da dura concorrência.

A desenvolvedora finlandesa informou que o lucro operacional ajustado no quarto trimestre foi de € 5,3 milhões, menor em relação ao mesmo período do ano anterior. As vendas caíram 1,7% ano a ano, para € 72,7 milhões.

No entanto, a Rovio espera aumentar as vendas de 2019 para € 300 milhões a € 330 milhões, ante € 281,2 milhões no ano passado, com margem de lucro operacional ajustada caindo para entre 9% e 11%, de 11,1$ no ano passado.

Rovio entrou no segmento de cinema com um filme do “Angry Birds” em 2016, que arrecadou cerca de US$ 350 milhões nas bilheterias e a sequência está prevista para agosto.

“Esperamos que o filme e o marketing ao redor impulsionem nossos negócios de licenciamento, além de levar os usuários aos nossos jogos ‘Angry Birds’ no final de 2019”, disse a empresa.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).