Eldorado, de Joesley Batista, emitirá até US$ 500 mi

Adriano Machado/Reuters
Votação teve queda-de-braço entre a J&F e a Paper Excellence

A fabricante celulose Eldorado Brasil anunciou nesta quarta-feira que seus acionistas aprovaram em assembleia ontem (6) a emissão de até US$ 500 milhões no exterior em títulos de dívida de sete anos, numa votação que revelou uma queda-de-braço entre a J&F e a Paper Excellence. Segundo ata da assembleia, o aval foi obtido por 50,59% dos votos, oriundos da J&F, enquanto os 49,41% restantes dos votos, estes da CA Investment, subsidiária da Paper Excellence, foram contrários à proposta.

LEIA MAIS: Paper Excellence e J&F se enfrentam após acordo frustrado

A CA Investment afirmou que a decisão da administração da companhia e do controlador J&F Investimentos de implementar a emissão sem antes disponibilizar informações adequadas viola o contrato assinado em setembro de 2017. A CA Investment afirmou ainda que a emissão descumpre obrigações impostas à J&F e altera significativamente o acordo que se refere à venda das ações detidas na Eldorado pela J&F para a CA, que se viu prejudicada de concluir a transação no futuro. Por fim, disse que “buscará todos os remédios legais disponíveis contra a J&F e/ou a Eldorado”.

Já a J&F afirmou no mesmo documento que a emissão de títulos proposta para a Eldorado está “fortemente alinhada ao melhor interesse da companhia”, e que a operação vai melhorar o perfil de dívida da controlada.

A venda da participação da J&F na Eldorado para a holandesa Paper Excellence, por R$ 15 bilhões, incluindo dívidas, foi anunciada em setembro de 2017. Em setembro passado, no entanto, a J&F, da família dos empresários Joesley e Wesley Batista, exerceu o direito de extinguir o contrato para venda de sua fatia de 50,59% na Eldorado, o que a teria liberado das obrigações relacionadas com a venda das suas ações.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).