Qualcomm lança novo chip para smartphones 5G

Getty Images
O movimento vem um dia antes de a Samsung, maior fabricante de smartphones do mundo, anunciar seus novos telefones da série emblemática Galaxy.

A Qualcomm apresentou hoje (19) a segunda geração dos chamados chips modems para conectar telefones a redes 5G, acelerando a corrida em torno de conexões de dados sem fio mais rápidas, que devem começar a ser lançadas ainda este ano.

LEIA MAIS: Huawei mira supremacia em smartphones em 2019

Maior fornecedora de chips móveis do mundo, a companhia espera que o dispositivo impulsione a disseminação de telefones 5G no final deste ano e no próximo. Enquanto fabricantes de telefones chineses como a Xiaomi usaram o chip de primeira geração da Qualcomm para pequenos lotes de telefones 5G, o chip de segunda geração recém-anunciado está voltado para a produção em massa.

O movimento vem um dia antes de a Samsung, maior fabricante de smartphones do mundo, anunciar seus novos telefones da série emblemática Galaxy. A Samsung e a Qualcomm se comprometeram publicamente, em dezembro, a trabalhar juntas para lançar um telefone 5G este ano, e analistas acreditam que a empresa sul-coreana vai revelar uma versão 5G de seus principais modelos nesta semana.

Os chips da Qualcomm estão entrando em um campo saturado. A Huawei, terceira maior fabricante de smartphones do mundo, anunciou no mês passado que construiu um chip 5G que será usado em seus próprios telefones. A Samsung também tem um modem 5G chamado Exynos 5100, que vai alimentar muitos dispositivos da própria empresa vendidos fora dos Estados Unidos. A MediaTek, com sede em Taiwan, também possui um chip 5G, e a Intel planeja um lançamento para o segundo semestre deste ano.

As operadoras da Coreia e da China, enquanto isso, devem começar a ligar as redes nesta primavera, com operadoras nos Estados Unidos planejando lançamentos para o final deste ano.

A Qualcomm também está introduzindo vários chips ao redor do modem. Alguns elementos dos telefones 5G, como o design de antenas e chips para lidar com ondas de rádio analógicas, são mais complicados do que as gerações anteriores de telefones. A empresa pretende acelerar a adoção do 5G, vendendo também essas tecnologias para fabricantes de celulares.

“Este ano, praticamente todos os grandes fabricantes de celulares Android estarão lançando um telefone com 5G”, disse Ignacio Contreras, diretor de marketing 5G da Qualcomm.

A Apple não disse quando o iPhone terá recursos 5G. Em seus iPhones lançados no ano passado, a empresa utilizou os chips da Qualcomm em vez dos chips da Intel. A Apple divulgou em audiência no mês passado que havia conversado com a MediaTek e a Samsung sobre o fornecimento de modems para o iPhones em 2019, mas a “Bloomberg” informou que os iPhones 5G não aparecerão até 2020.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).