Trump dá ordem para promoção de inteligência artificial

Getty Images
A Casa Branca disse que o investimento em IA é “fundamental para criar as indústrias do futuro”

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou ontem (11) uma ordem executiva pedindo a agências do governo norte-americano para dedicarem mais recursos e investimentos em pesquisa, promoção e formação de inteligência artificial (IA).

LEIA MAIS: Como usar a inteligência artificial para fazer cerveja

Sob a Iniciativa Americana IA, o governo dos EUA está orientando as agências do país a priorizarem os investimentos em pesquisa e desenvolvimento, aumentarem acesso a dados e modelos federais para essa pesquisa e preparar os trabalhadores para se adaptarem à era da inteligência artificial.

Não houve financiamento específico anunciado para a iniciativa, mas a Casa Branca quer relatórios melhores e acompanhamento dos gastos em pesquisa e desenvolvimento relacionados à tecnologia.

A Casa Branca disse que o investimento em IA é “fundamental para criar as indústrias do futuro, como carros autônomos, robôs industriais, algoritmos para diagnóstico de doenças e muito mais”.

A iniciativa visa garantir que os Estados Unidos mantenham o que consideram como vantagem no desenvolvimento de IA e áreas relacionadas, como industrialização avançada e computação quântica.

Trump, em discurso do Estado da União na semana passada, disse estar disposto a trabalhar com legisladores para entregar novos e importantes investimentos em infraestrutura, incluindo investimentos nas indústrias de ponta do futuro.

VEJA TAMBÉM: Programa de TV mais visto do mundo será apresentado por inteligência artificial

Michael Kratsios, um conselheiro científico da Casa Branca, disse em um ensaio na revista “Wired” ontem que “com a liderança apropriada, a IA pode capacitar os trabalhadores norte-americanos, libertando-os de tarefas mundanas”.

“A IA é algo que afeta todos os aspectos da vida das pessoas”, disse um importante funcionário do governo norte-americano a jornalistas no domingo (10). “O que essa iniciativa tenta fazer é unir todos os envolvidos e mostrar a promessa dessa tecnologia para o povo norte-americano”, disse a autoridade.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).