American Airlines corta previsão de receita trimestral

Getty Images
Suspensão de Boeing 737 MAX afetou o resultado da companhia aérea

A American Airlines reduziu hoje (9) estimativa de receita para o primeiro trimestre após cancelar centenas de voos durante o período, principalmente devido à suspensão do Boeing 737 MAX.

LEIA MAIS: As melhores companhias aéreas em 2019

A American possui 24 jatos MAX, um avião que teve voos suspensos em todo o mundo em março após dois acidentes.

As ações da American caíram 3% depois que a companhia aérea anunciou que agora espera que a receita por assento aumente 1% em comparação com a previsão anterior, de crescimento de 2%.

A maior companhia aérea norte-americana disse que vai estender os cancelamentos de 90 voos diários até 5 de junho, uma indicação de que a aeronave da Boeing não poderá retornar ao serviço em breve.

A operadora também reduziu suas perspectivas para as margens no primeiro trimestre, citando preços mais altos dos combustíveis. Excluindo itens especiais, a empresa espera agora que a margem antes dos impostos seja de 2% a 4%, em comparação com a previsão anterior de 2,5% a 4,5%.

As ações da American Airlines caíram para US$ 32,88 no início do pregão. Elas subiram cerca de 5,5% até agora este ano.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).