Natura ainda discute aquisição da Avon; ações disparam

iStock
Segundo fonte, negociações estão avançadas e acordo pode ser anunciado logo

A Natura ainda está em discussões para a aquisição da Avon Products, a empresa listada em bolsa de valores que controla as operações da Avon fora da América do Norte, informou a fabricante de cosméticos.

LEIA MAIS: Ibovespa fecha em alta liderada por Natura e JBS

A empresa brasileira preferiu não comentar a venda anunciada hoje (25) da unidade da Avon na América do Norte, vendida pela Cerberus Capital para uma unidade da sul-coreana LG por US$ 125 milhões.

Uma fonte com conhecimento do assunto disse que as negociações entre Natura e Avon estão avançadas e se continuarem bem poderão resultar em um anúncio nas próximas semanas.

Analistas viram a venda do negócio na América do Norte como positiva para a Natura. Analistas do Itaú BBA disseram que esperam que o negócio seja focado nas operações latino-americanas da fabricante de cosméticos. A venda da unidade não listada “remove um dos maiores desafios para que a Natura feche a aquisição da Avon”, afirmou o analista Marco Calvi em relatório a clientes.

O Itaú BBA estima que se a Natura pagar um prêmio de 20% sobre o valor de mercado da Avon, de US$ 1,13 bilhão, a alavancagem da empresa brasileira subiria para 5 vezes seu lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda). Mas há uma exigência nos bônus da companhia para que a alavancagem não supere 3,5 vezes, o que poderia levar a Natura a fazer uma emissão de ações, afirmou o analista.

As ações da Natura encerraram o dia na ponta positiva do Ibovespa, em alta de 10%, a R$ 49,28. Os papéis da Avon subiram 3,4%, a US$ 3,06.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).