Ibovespa sobe 2,17% em meio a ajustes

Getty Images
Principal índice da bolsa paulista, o Ibovespa avançou 2,17%, a 91.946,19 pontos

As ações brasileiras tiveram um repique hoje (20), com investidores voltando à ponta compradora de papéis que caíram forte na semana passada, num movimento técnico, enquanto seguiram monitorando o noticiário sobre reforma da Previdência.

LEIA MAIS: Ibovespa renova mínima do ano

Principal índice da bolsa paulista, o Ibovespa avançou 2,17%, a 91.946,19 pontos. O giro financeiro somou R$ 23,4 bilhões, impulsionado pelos R$ 9,26 bilhões do exercício de opções. Na semana passada, o índice acumulou queda de 4,5%.

Para o estrategista chefe da consultoria independente de investimento Levante, Rafael Bevilacqua, mais do que uma mudança da perspectiva do investidor, o movimento desta sessão refletiu mais uma recuperação pontual, pautada pela busca por pechinchas.

“É um ajuste de posições. Os investidores perceberam que a queda acumulada foi exagerada e agora estão realizando ajustes, mas ainda permanecem de olho na Previdência”, afirmou.

Nesta segunda, o presidente da comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a proposta de reforma da Previdência, Marcelo Ramos (PR-AM), disse que o governo do presidente Jair Bolsonaro é incapaz de formar maioria para aprovar a reforma.

VEJA TAMBÉM: Ibovespa fecha no menor nível do ano

No entanto, ele disse que o país não pode ficar refém dessa situação e que o Congresso vai liderar o processo da reforma, crucial para o equilíbrio das contas públicas.

A busca por barganhas pelos investidores ganhou força à tarde, após o fim do prazo para exercício de opções. O movimento foi tal que levou o Ibovespa na contramão de Wall Street, onde os três principais índices fecharam no vermelho, com as tensões comerciais entre Estados Unidos e China.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).