Ibovespa tem terceira queda seguida

Reuters
Índice, no entanto, fechou a semana com forte alta

A combinação de volatilidade e baixo giro financeiro prevaleceu na bolsa paulista hoje (24), uma vez que a espera por novidades em relação à reforma da Previdência tirou o apetite de investidores para montar operações mais firmes.

LEIA MAIS: Ibovespa cai 0,48% com influência negativa externa

O Ibovespa, referência do mercado brasileiro, caiu 0,3%, a 93.627,80 pontos. Na semana, o índice acumulou alta de 4,04%, mesmo após três sessões seguidas de leve declínio. O giro financeiro somou R$ 11,8 bilhões.

A cena política doméstica seguiu no radar numa semana recheada de decisões no Congresso, que aumentaram a confiança dos investidores sobre o empenho dos parlamentares em avançar com as pautas em andamento, em especial a da reforma da Previdência.

“As notícias que temos já estão precificadas, o mercado está esperando por novidades sobre a reforma (da aposentadoria)”, afirmou o estrategista-chefe da consultoria independente de investimento Levante, Rafael Bevilacqua.

Nesta sexta-feira, o secretário especial de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, disse que uma medida provisória para combater fraudes previdenciárias pode ser votada no Congresso Nacional na próxima semana e se declarou otimista com as chances de aprovação da reforma da Previdência.

No front externo, os principais índices de Wall Street tiveram alta após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prever um rápido final para a guerra comercial com a China, mesmo sem previsão para uma nova rodada de negociação. Trump disse ainda que as reclamações dos EUA contra a Huawei podem ser resolvidas dentro da estrutura de um acordo. Na segunda-feira (27), as bolsas de Nova York ficarão fechadas devido ao feriado Memorial Day.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).