FCA discute proposta de fusão melhorada da Renault

MARCO BERTORELLO/AFP/Getty Images
Fiat Chrysler busca ganhar apoio do governo francês para acordo

A Fiat Chrysler está discutindo um dividendo especial e garantias de emprego mais fortes da Renault em uma tentativa de persuadir o governo francês a apoiar a sua proposta de fusão entre as montadoras, disseram fontes próximas às negociações.

LEIA MAIS: Tensão entre França e Itália coloca em risco fusão FCA-Renault 

A oferta melhorada, se formalizada e aceita, também verá as operações da empresa combinada sediadas na França e um assento em seu conselho garantido ao governo francês, disseram duas pessoas com conhecimento do assunto à Reuters hoje (2).

A porta-voz da FCA, Shawn Morgan, não quis comentar o assunto. O governo francês, maior acionista da Renault com participação de 15%, também se recusou a comentar. Um porta-voz da Renault não retornou as ligações e mensagens em busca de comentários.

A FCA está envolvida em intensas discussões com a Renault e o governo francês sobre a proposta de fusão de US$ 35 bilhões que ela propôs na última segunda-feira (27) para criar a terceira maior montadora do mundo.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).