Petrobras inicia processo de venda de 4 refinarias

Reuters
Estatal espera obter até US$ 20 bi com a venda de oito ativos de refino

A Petrobras anunciou hoje (28) a primeira fase do programa de venda de refinarias, incluindo quatro ativos, como parte de um plano maior de vender oito unidades equivalentes a metade da capacidade de refino do país. Nessa primeira fase, a Petrobras informou que vai vender as refinarias Rnest, em Pernambuco; Rlam, na Bahia; Repar, no Paraná; e Refap, no Rio Grande do Sul, assim como seus ativos logísticos correspondentes. Na véspera, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou que a empresa espera vender pelo menos uma refinaria em 2019.

LEIA MAIS: Petrobras é a 10ª maior petroleira do mundo em 2018

As oportunidades de venda da segunda fase do plano de venda de refinarias, que incluem Regap, Reman, Unidade de Industrialização do Xisto e Lubnor (Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste), serão divulgadas ainda este ano, disse a empresa.

A Petrobras espera obter até US$ 20 bilhões com a venda de oito ativos de refino em um processo que deve durar um ano e meio para ser concluído, disse uma fonte da empresa em abril.

“Os desinvestimentos em refino estão alinhados à otimização de portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à maximização de valor para os nossos acionistas”, disse a companhia, que voltou seu foco para exploração e produção de petróleo e gás em águas profundas.

Os desinvestimentos em refino representam capacidade de cerca de 1,1 milhão de barris por dia de petróleo processado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).