Taxa de ocupação Azul sobe e vai a 84,3% em maio

Sergio Moraes/Reuters
Procura de clientes por voos cresceu 26,7% contra maio do ano passado

O nível de ocupação em voos da Azul em maio cresceu 4,2 pontos percentuais sobre um ano antes, movimento apoiado no forte crescimento da demanda por assentos em voos domésticos. Terceira maior companhia aérea no país, a Azul viu a procura de clientes por voos crescer 26,7% no mês passado contra maio de 2018. Já a oferta avançou 20,4%. Com isso, a taxa de ocupação das aeronaves chegou a 84,3%.

LEIA MAIS: Demanda da Gol cresce 12,5% em maio; oferta sobe 5,8%

Considerando apenas os voos domésticos, a demanda cresceu 32,8% no comparativo anual, enquanto a oferta evoluiu 23%, fazendo a taxa de ocupação subir 6,2 pontos, a 83,3%.

Já nas operações internacionais, a demanda subiu 10,1%, enquanto a oferta teve alta de 12,3%, reduzindo a taxa de ocupação em 1,7 ponto, para 87,8%.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).