Ibovespa recua após aprovação da Previdência

Paulo Whitaker/Reuters
O volume financeiro da sessão somou R$ 16,8 bilhões

A bolsa paulista teve um dia de realização de lucro hoje (11) após recorde da véspera diante da aprovação do texto-base da reforma da Previdência em primeiro turno, com investidores esperando o fim da votação de destaques da matéria.

LEIA MAIS: Ibovespa bate mais um recorde de fechamento

O Ibovespa caiu 0,63%, a 105.146,44 pontos. O volume financeiro da sessão somou R$ 16,8 bilhões.

Na quarta-feira, antes do desfecho na Câmara, o Ibovespa encerrou o pregão no recorde de fechamento de 105.817 pontos, representando um ganho acumulado em 2019 de 20,4%.

Após a aprovação em primeiro turno do texto-base da reforma no plenário da Câmara, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o segundo turno da votação deve ocorrer amanhã (12) e admitiu que destaques a terem votação concluída ainda nesta quinta-feira, podem ser aprovados.

“Esse movimento de realização após a aprovação é natural”, disse o analista de ações Filipe Villegas, da Genial Investimentos, lembrando a forte valorização do índice no ano.

Para a S&P Global Ratings, mesmo que a reforma seja confirmada, o Brasil precisará acelerar o ritmo de crescimento da economia antes de ter a nota de crédito elevada.

O Bradesco BBI elevou o alvo para o Ibovespa para o final de 2019 de 116 mil para 122 mil pontos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).