Ibovespa sobre com Petrobras em meio a tensões entre EUA e China

Reuters
O Ibovespa subiu 0,54%, a 102.673,68 pontos, de acordo com dados preliminares

O Ibovespa encerrou o pregão em leve alta hoje (2), com papéis da Petrobras sustentando o viés positivo após a empresa divulgar lucro líquido recorde para o segundo trimestre. Pesou sobre os negócios, porém, preocupações com o aumento das tensões entre Estados Unidos e China.

LEIA MAIS: Ibovespa avança, mas declarações de Trump minimizam ganhos

O Ibovespa subiu 0,54%, a 102.673,68 pontos, de acordo com dados preliminares. O volume financeiro somava R$17,52 bilhões. A Petrobras teve lucro líquido recorde de R$ 18,87 bilhões no segundo trimestre, aumento de 87% ante o mesmo período do ano passado.

Para analistas do BTG Pactual a petrolífera continua a oferecer uma perspectiva de longo prazo atraente, conforme se concentra em desalavancagem e segmentos mais rentáveis.

O avanço do índice foi mitigado pelo clima ruim nos mercados internacionais diante da escalada nas tensões comerciais entre Estados Unidos e China, após o presidente norte-americano, Donald Trump, prometer adotar tarifas de 10% sobre US$ 300 bilhões em importações chinesas a partir do próximo mês. Perto do final da sessão, Trump ainda escreveu em seu Twitter que a moeda chinesa “está indo para o inferno”.

Em Wall Street, o S&P 500 cedeu 0,73%, com dados do mercado de trabalho norte-americano também corroborando para o cenário de desaceleração da maior economia do mundo.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).