Twitter restaura algumas contas oficiais cubanas bloqueadas

SOPA Images/GettyImages
O Twitter não explicou especificamente como as contas estão violando as regras da plataforma

O Twitter restaurou algumas das contas da mídia estatal e de jornalistas e funcionários do governo de Cuba que havia bloqueado na quarta-feira (11), embora outras como a do líder do Partido Comunista Raul Castro permaneçam suspensas.

LEIA MAIS: Twitter bloqueia contas de Raul Castro e de mídia estatal cubana

Autoridades cubanas acusaram o Twitter, uma empresa de mídia social sediada nos Estados Unidos, de censura em massa. Críticos do governo de Havana dizem que isso é irônico, vindo de um Estado de partido único que pratica censura.

O Twitter não explicou especificamente como as contas estão violando as regras da plataforma. No entanto, um porta-voz disse que os usuários não podem amplificar ou interromper artificialmente conversas usando várias contas.

“O Twitter finalmente nos devolveu nossas contas”, escreveu hoje (13) Mariela Castro, filha de Raul Castro e diretora do Centro Nacional de Educação Sexual de Cuba. “Obrigada a todos que manifestaram solidariedade diante da agressão da mídia contra Cuba.”

Outras contas não foram restauradas. O site estatal Cubadebate disse que todas as suas contas em vários idiomas, bem como as de seus diretores e jornalistas, permaneceram bloqueadas.

“É sabido que, em várias ocasiões, o Twitter se colocou a serviço das operações de inteligência e política externa do governo dos EUA”, afirmou. “Não nos surpreenderia se fosse esse o caso nesta ocasião.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).