Dólar passa por ajuste e tem leve alta ante real

iStock
Às 10:29, a moeda norte-americana avançava 0,19%, a R$ 4,0833 na venda

O dólar operava em leve alta contra o real hoje (23), em meio a ajustes após registrar a maior queda ante a moeda brasileira em quase sete semanas na véspera, com agentes do mercado monitorando a votação dos destaques da reforma da Previdência no Senado nesta sessão.

LEIA MAIS: Dólar tem maior queda em quase 7 semanas com ajustes e expectativa de fluxo

Às 10:29, a moeda norte-americana avançava 0,19%, a R$ 4,0833 na venda. Na B3, o dólar futuro tinha leve queda de 0,06%, a R$ 4,0840. Na véspera, o dólar à vista encerrou em queda de 1,33%, a R$ 4,0757 na venda, maior queda ante o real em quase sete semanas.

“O mercado está basicamente corrigindo o movimento exagerado de ontem. O cenário doméstico é estável e a tendência é que a moeda fique em patamares moderados até o final da sessão”, afirmou Jefferson Laatus, sócio fundador do Grupo Laatus.

O Senado encerrou na terça-feira (22) a sessão de votação em segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência sem concluir a análise de destaques que poderiam alterar o texto, diante do risco de derrota na votação de uma emenda que, se aprovada, poderia ter um impacto de até R$ 70 bilhões em uma década.

Os parlamentares devem retomar a votação nesta quarta-feira e a expectativa é que a proposta seja promulgada no dia 5, 12 ou 19 de novembro.

Ainda na cena doméstica, também permanecia no radar a retomada nesta quarta do julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a validade da prisão após condenação em segunda instância.

VEJA TAMBÉM: Dólar tem queda ante real em dia de votação da Previdência no Senado

Nesta sessão, o Banco Central vendeu 9.000 contratos de swap cambial reverso dos 10.500 ofertados, e US$ 450 milhões em moeda spot de oferta de até US$ 525 milhões. Adicionalmente, a autarquia também ofertará contratos de swap tradicional, para rolagem do vencimento dezembro de 2019.

No cenário externo, as atenções se mantinham voltadas para os desenvolvimentos do acordo do Brexit, com os líderes da União Europeia estudando o pedido de adiamento da separação do Reino Unido feito pelo governo britânico.

As moedas emergentes pares do real, como rand sul-africano e peso mexicano, se desvalorizavam contra o dólar nesta quarta, enquanto o índice do dólar se mantinha estável.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).