Ibovespa recua após recorde na véspera

Nacho Doce/Reuters
O volume financeiro da sessão somou R$ 15,1 bilhões

O principal índice da bolsa paulista recuou hoje (29), refletindo a cautela dos mercados globais, com investidores de olho no intenso noticiário corporativo, e aguardando decisões sobre política monetária marcadas para a quarta-feira (30).

LEIA MAIS: Ibovespa renova máxima de fechamento com apoio de bancos

Após ter atingido nova máxima de fechamento na véspera, o Ibovespa caiu 0,58%, a 107.556,26 pontos. O volume financeiro da sessão somou R$ 15,1 bilhões.

As quedas do setor financeiro pesaram no índice, mas o recuo no Ibovespa foi mitigado por papéis da Petrobras.

Por aqui, os agentes aguardam para quarta-feira decisão do Copom sobre política monetária. A previsão majoritária é de corte 0,5 ponto percentual na Selic, para 5% ao ano. Nos EUA, a estimativa dominante é de que o Federal Reserve corte o juro do país em 0,25 ponto percentual, o que levaria a taxa para um intervalo entre 1,5% a 1,75%.

Juros mais baixos melhoram a atratividade da renda variável, e a queda da Selic a sucessivas mínimas históricas tem sido citada por analistas como fator para a alta do Ibovespa.

Nos EUA, o presidente Donald Trump disse que o banco central precisa seguir outros países com juros negativos.

Além de Magazine Luiza, investidores aguardam ainda nesta terça-feira os resultados trimestrais de Smiles, Cielo, Ecorodovias, Raia Drogasil e Multiplan.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).