Superávit da balança comercial brasileira recua 20,5% em 2019

Reuters
Mesmo acima do patamar da última previsão feita pelo Ministério da Economia para a balança, o resultado efetivamente alcançado representou o pior para o Brasil desde 2015

A balança comercial brasileira fechou 2019 com superávit de US$ 46,674 bilhões, recuo de 20,5% pela média diária sobre 2018, num ano marcado por arrefecimento no comércio global pelas tensões entre Estados Unidos e China, crise na Argentina e menor crescimento doméstico que o inicialmente projetado.

A última previsão feita pelo Ministério da Economia para a balança era de que ela ficaria positiva em US$ 41,8 bilhões em 2019. Mesmo acima deste patamar, o resultado efetivamente alcançado representou o pior para o país desde 2015, quando houve superávit de US$ 19,5 bilhões.

VEJA MAIS: Balança comercial brasileira tem superávit de US$ 58,3 bi

Em dezembro, o superávit foi de US$ 5,599 bilhões, informou o Ministério da Economia hoje (2), acima do saldo positivo de US$ 4,352 bilhões esperado por analistas em pesquisa Reuters.

No último mês do ano, as exportações alcançaram US$ 18,155 bilhões, enquanto as importações somaram US$ 12,555 bilhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).