Embraer retoma atividades essenciais após paralisação causada pelo coronavírus

Roosevelt Cassio/Reuters
Roosevelt Cassio/Reuters

Para os colaboradores que não forem das áreas críticas, a Embraer vai conceder férias coletivas entre 1 e 9 de abril

A Embraer comunicou hoje (30) que decidiu retomar operações essenciais, entre elas apoio à operação dos clientes, manutenção e a fabricação de aeronaves, bem como ter um grupo dedicado a aumentar a disponibilidade de equipamentos e soluções para o combate à Covid-19.

“Diante da função essencial que o setor de transporte vem exercendo no mundo para o combate à Covid-19, a Embraer decidiu retomar operações críticas ao atendimento das necessidades dos clientes, dos serviços públicos e da população”, afirmou.

LEIA MAIS: Embraer coloca funcionários em afastamento temporário para protegê-los do coronavírus

A fabricante de aviões disse que as atividades essenciais foram definidas pela direção da Embraer durante o período de paralisação temporária das plantas no Brasil.

De acordo com o comunicado da companhia, os funcionários das frentes de atividades essenciais que puderem exercer o trabalho a distância permanecerão em suas residências.

Para os colaboradores que não forem das áreas críticas, a Embraer vai conceder férias coletivas entre 1 e 9 de abril, com retorno previsto para o dia 13. Os profissionais do grupo de risco não acessarão as dependências da empresa.

De acordo com a Embraer, um grupo de trabalho da companhia também está dedicado a atuar em atividades de colaboração que possam aumentar a disponibilidade de equipamentos e soluções para o combate à Covid-19 no país, como fabricação de peças para a indústria de ventiladores e respiradores.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).