Neoenergia oferece parcelamento da conta de luz em 12 vezes após coronavírus

GettyImages/ NurPhoto
A medida acontece em meio a uma crescente preocupação de inadimplência causada pela crise do coronavírus no Brasil

A elétrica Neoenergia informou que oferecerá a consumidores a opção de parcelar a conta de luz em até 12 vezes no cartão de crédito, em medida que visa facilitar pagamentos devido aos impactos da pandemia de coronavírus sobre a renda da população, segundo comunicado emitido hoje (31).

A medida da companhia, que controla distribuidoras de energia na Bahia, Rio Grande do Norte, Pernambuco e São Paulo, vem em meio a preocupações de concessionárias de energia quanto a uma possível elevação da inadimplência.

LEIA MAIS: Investidor do Qatar compra hotel Ritz de Londres em meio a crise do coronavírus

Após governos estaduais e prefeituras terem decretado quarentenas para conter o avanço do vírus no Brasil, com muitas empresas colocando funcionários para trabalhar de casa, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu na semana passada proibir por 90 dias cortes de energia para clientes residenciais mesmo em caso de inadimplência.

A medida do regulador também é válida para empresas de serviços considerados essenciais, que seguem em operação apesar das iniciativas de isolamento social.

A Neoenergia disse que o parcelamento via cartão de crédito será possível após uma parceria com a empresa de meios de pagamento Flexpag. Clientes interessados podem aderir à opção pelos canais de atendimento das distribuidoras do grupo – Coelba, Celpe, Cosern e Elektro.

LEIA TAMBÉM: Tesla vai fornecer gratuitamente respiradores pulmonares nos EUA, diz Musk

Em paralelo, a associação Abradee, que representa empresas de distribuição de energia, tem conversado com o governo sobre possíveis medidas que possam apoiar o segmento caso a expectativa de forte inadimplência se confirme.

Entre as propostas na mesa na discussão da Abradee com as autoridades está a possibilidade de viabilização pelo governo de um empréstimo emergencial para as distribuidoras, uma operação atualmente em análise no Ministério de Minas e Energia.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).