Reguladores de mercados dos EUA iniciam planos de contingência por coronavírus

rusak/GettyImages
Agências e reguladores bancários possuem escritórios em Nova York, São Francisco e Nova Jersey, onde foram relatados casos

As agências reguladoras financeiras dos EUA estão preparando planos de contingência, incluindo restrições de viagem e trabalho remoto, para garantir que possam proteger efetivamente os mercados financeiros à medida que o coronavírus se aproxima da capital dos EUA.

Ontem (6), as autoridades norte-americanas disseram que os três primeiros casos suspeitos de gripe foram diagnosticados no Condado de Montgomery, Maryland, lar de milhares de trabalhadores federais que viajam diariamente para escritórios nas proximidades de Washington.

VEJA TAMBÉM: Fórum Econômico Mundial em São Paulo é suspenso por coronavírus

Agências, incluindo a Commodity Futures Trading Commission (CFTC), a Securities and Exchange Commission (SEC) e os reguladores bancários, também possuem escritórios em Nova York, São Francisco e Nova Jersey, onde outros casos foram relatados.

Quando os bancos de Nova York começam a acionar seus planos de contingência, os reguladores também começam a tomar precauções, permitindo mais trabalho remoto, cancelando e limitando viagens, cancelando conferências e restringindo algumas reuniões externas.

“A segurança e a saúde dos funcionários da CFTC são nossa principal prioridade”, disse Michael Short, diretor de assuntos públicos da agência na sexta-feira. “A CFTC continua a fazer todos os preparativos necessários para acomodar os cenários que possam surgir.”

O órgão de controle de derivativos cancelou algumas viagens ao exterior e está permitindo viagens essenciais caso a caso, segundo o diretor. As viagens domésticas ainda são permitidas, mas a equipe é livre para reagendá-las, a menos que sejam missões críticas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).